sábado, 31 de dezembro de 2016

QUEIMA DE FOGOS RÉVEILLON EM PERUÍBE - JANEIRO DE 2017



MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSES COMEMORANDO O NOVO ANO, ANO-NOVO 2016 / 2017, PASSAGEM DE ANO, REVEION, RÉVEILLON, 31 DE DEZEMBRO DE 2016, 1 DE JANEIRO DE 2017, QUEIMA DE FOGOS NA PRAIA, HOJE COMEÇA O GOVERNO DO PREFEITO LUIS MAURÍCIO

VOU ASSISTIR A RETROSPECTIVA 2016, SÓ PRA VER A DILMA SAIR DE NOVO - DEZEMBRO DE 2016




MARCADORES: DEPUTADO FEDERAL EDUARDO BOLSONARO, DEPUTADO FEDERAL JAIR MESSIAS BOLSONARO, IMPEACHMENT DA DILMA, QUEDA DA DILMA, PROGRAMAS DE TV RETROSPECTIVA 2018, BRASIL, BRASILEIROS, VIRADA DE ANO 2016 / 2017, ANO NOVO, REVEILLON, MUITOS VÃO SOLTAR FOGOS SÓ POR CAUSA DA DILMA, FELIZ ANO NOVO PARA O LULA


sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

A CHANCE DE UM 2017 MELHOR | DENISE CAMPOS DE TOLEDO - DEZEMBRO DE 2016



MARCADORES: DEPRESSÃO ECONÔMICA NO BRASIL, RECESSÃO BRASILEIRA 2016, CRISE, PROCESSO RECESSIVO, INFLAÇÃO, DESGOVERNO DILMA, MÁ GESTÃO DA ECONOMIA, GOVERNO MICHEL TEMER, RECUPERAÇÃO DA ECONOMIA EM 2017

BOLSONARO E AS PESQUISAS ELEITORAIS (PROGRAMA TAMBAÚ DEBATE 23/12/2016) - DEZEMBRO DE 2016



No vídeo acima, de um programa de TV nordestino chamado TAMBAÚ DEBATE, jornalistas debateram sobre o resultado de uma enquete na qual internautas foram convidados, para votar na seguinte lista de possíveis candidatos ao cargo de Presidente do Brasil para as eleições em 2018:


 AÉCIO NEVES
CIRO GOMES
JAIR BOLSONARO
LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA
MARINA SILVA

Adivinhem quem foi o vencedor da enquete? Pois é, Bolsonaro venceu, e em pleno nordeste brasileiro, o qual teoricamente ainda seria o grande reduto eleitoral do Lula. É algo para se pensar. Os esquerdistas piram!


MARCADORES: CIDADE DE JOÃO PESSOA / CAPITAL DO ESTADO DA PARAÍBA, LITORAL NORDESTINO, NORDESTE BRASILEIRO, BRASIL, PESQUISAS ELEITORAIS PARA PRESIDENTE EM 2018, BOLSONARO NAS PESQUISAS PARA PRESIDENTE, ELEITOR, ELEITORES, ELEITORADO, JORNALISMO, JORNALISTAS, MÍDIA, ESQUERDA, PT, PETISTAS, PERUÍBE, BARRA DO TURVO, VALE DO RIBEIRA


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

RÉVEILLON 2017 EM PERUÍBE: MINHA PASSAGEM DE ANO SERÁ NO CONFORTO DA MINHA CASA, LONGE DA PRAIA - DEZEMBRO DE 2016



Republicação de um artigo publicado em dezembro de 2015. Me limitei a atualizar as datas, pois a rotina será a mesma.



"A última coisa que farei no último dia de 2016 será passar o Réveillon na praia, para assistir a tradicional queima de fogos. Passagem de Ano na praia de Peruíbe é algo que todo o "veterano" veranista ou morador sabe como será, embora nunca esteja verdadeiramente preparado para o tão aguardado - e cansativo - evento.

Passar o fim de ano na praia combina algumas das piores coisas que os peruibenses conhecem: divisão forçada de espaço com estranhos; aguentar gente bêbada e barulhenta; predominância da cor branca nas roupas; suportar calor sem qualquer ventilação e concluir a "aventura" sujo de areia, suado e cansado.

E a praia lotada ganhará muitas latas e garrafas de cidra espalhadas pela areia, para alegria da turma da reciclagem.

Portanto, começarei o dia 1 de janeiro de 2017 no conforto da minha morada, longe de qualquer bagunça e num ambiente o mais familiar possível."


Fiz essa republicação por um motivo óbvio: as condições em Peruíbe pioraram neste último ano da atual Administração Pública Municipal, e após tantas turbulências, a última coisa que quero é passar uma desconfortável virada de ano numa praia lotada, só por parecer algo divertido ... o que não é, considerando as condições da cidade.


A partir de 1 de janeiro de 2017 teremos um novo governo municipal, mas compreendam de uma vez, peruibenses, que NÃO TEMOS HERÓIS, o "inverno chegou" e esta terra jamais terá um salvador ou salvadora para enfrentar essa situação inóspita. Compreendam que qualquer mudança para melhor NÃO SERÁ FÁCIL.

Antes que eu me esqueça, estão dizendo que a queima de fogos não será barulhenta (por causa da lei anti-barulho para fogos de artifício). Para mim isso nada muda, pois os problemas mais graves prosseguirão, e nesta cidade não bastam mudanças estéticas, do tipo que agrada a turma da "consciência ecológica".

Peruíbe 2017: um ano que promete muitas surpresas e reviravoltas!




MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, ANO-NOVO 2016 / 2017, PASSAGEM DE ANO, REVEION, RÉVEILLON, 31 DE DEZEMBRO DE 2016, 1 DE JANEIRO DE 2017, QUEIMA DE FOGOS, PREFIRO FICAR EM CASA



quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

VINICIUS TORRES FREIRE / AJUDA FEDERAL A ESTADOS, SÓ COM CONTRAPARTIDAS - DEZEMBRO DE 2016



É uma época difícil para falar desses assuntos pesados como dívida e falência de grandes Estados, como Rio, Minas e Rio Grande do Sul.

Mas aconteceu coisa importante, mesmo neste finalzinho de ano. Além do mais, o assunto vai assombrar a vida de milhões de pessoas e mesmo do país inteiro no ano que vem.

O governo federal tinha fechado um acordo com os Estados. Aceitava a falência, a moratória da dívida por três anos, entre outras ajudas. Mas queria algo em troca, contrapartidas, medidas duras de contenção de gastos.

Isso virou um projeto de lei. O problema é que, no Congresso, todas as contrapartidas, o que os Estados dariam em troca, caíram. A lei ficou sem as medidas duras. Ficou só o adiamento da dívida para daqui a três anos. Essa dívida, explique-se, é o que os Estados devem ao governo federal, um monte de dinheiro.

Hoje, Michel Temer decidiu vetar essa lei. Sem um plano de controle de gastos, não vai ter ajuda federal. E esse plano é duro. Os Estados que pedirem falência e ajuda federal vão ter de cobrar mais contribuição previdenciária de servidores ativos, aposentados e pensionistas.

Vão ter de privatizar empresas, indicadas pelo governo federal, e entregar o dinheiro. Não vão poder aumentar despesas permanentes, tem de conter o gasto com salários.

Vão ter de pedir de volta alguns descontos de impostos que deram para empresas. Não vão poder gastar com propaganda, exceto no caso de saúde e segurança pública.

Não pode tomar dinheiro emprestado.

Se o Estado não cumprir o acordo, terá de pagar todos os atrasados. O governador que descumprir o acordo não vai poder se candidatar e será processado por crime de responsabilidade, com penas de quatro anos de prisão.

Pelo menos essa era a lista de obrigações que o governo federal queria. A lista nova sai em janeiro. Seja como for, vida vai ficar dura para quem depende do governo nesses Estados.




MARCADORES: TETO PARA GASTOS PÚBLICOS, GOVERNOS ESTADUAIS, GOVERNO MICHEL TEMER 2017, PROTESTOS FORA TEMER EM 2017 (ISSO FOI SÓ PARA ENGANAR ESQUERDISTA MANÉ ... TE PEGUEI, TROUXA!)


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

A SITUAÇÃO DA ECONOMIA AINDA ESTÁ FEIA | MARCO ANTONIO VILLA - DEZEMBRO DE 2016



MARCADORES: BRASIL, RECESSÃO 2016, CRISE ECONOMIA BRASILEIRA, RESULTADO DO DESGOVERNO DILMA, PROTESTOS FORA TEMER 2017 (SÓ ESCREVI ISSO PARA ATRAIR VISITAS DOS ESQUERDISTAS, ENGANEI VOCÊS!)

PERUÍBE 40 GRAUS - DEZEMBRO DE 2016



Após um dia quentíssimo, em que a temperatura chegou aos incríveis 40 graus, começa a chover no entardecer do dia 27 de dezembro de 2016, em Peruíbe. Os dias 24 e 25 de dezembro ( véspera e dia de Natal) também foram muito quentes, e agora chega a chuva e redução no termômetro.


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSES, PERUIBANOS, CALOR, TEMPORADA DE VERÃO 2016 / 2017, QUENTE, SOL, PRAIA, CALOR NO NATAL E FERIADO, CHUVA

sábado, 24 de dezembro de 2016

PERUÍBE EM RUÍNAS, E PAZ CRISTÃ EM MEU LAR - DEZEMBRO DE 2016



Esta é a última semana antes do início do próximo governo municipal, MAS QUERO NEM SABER. A cidade está em "ruínas"? Isso todos nós sabemos, mas nesta noite, só quero paz em meu lar. Uma paz cristã, uma paz merecida após um ano tão difícil, uma paz bem vinda. É só isso que quero. Que outros fiquem pensando em política todo o santo dia .... pois isso nada resolve.

Claro que espero que o futuro prefeito faça uma boa administração, candidato no qual eu votei e apoiei. Mas espero também que os peruibenses façam um "cessar fogo" local, e deixem isso de lado, pelo menos provisoriamente. Descansem, foquem em suas famílias, e aguardem 2017 com menos intranquilidade. 






MARCADORES: NOITE DE NATAL EM PERUÍBE 2016, 25 DE DEZEMBRO DE 2016, PERUIBENSES, PERUIBANOS, CHEGA DE POLÍTICA MUNICIPAL, FUTURO GOVERNO MUNICIPAL, CESSAR FOGO DE NATAL NA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL 1914, FRENTE OCIDENTAL

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

VINICIUS TORRES FREIRE / GOVERNO TEMER DECIDE FAZER REFORMA TRABALHISTA POR MEDIDA PROVISÓRIA - DEZEMBRO DE 2016



O governo Temer decidiu fazer uma reforma trabalhista por medida provisória, como a gente acabou de saber agora de noite. Além do mais, pode permitir o saque de até mil reais de contas do FGTS, no ano que vem, com o argumento de que isso pode ajudar trabalhadores endividados.

Seja lá qual for a importância da reforma, é um assunto muito grave para ser feito quase por decreto. Mas, sendo medida provisória, passa a valer de imediato.

O governo Temer está abalado pelas delações de corrupção da Odebrecht, entre outras. Parte gorda do ministério está na corda bamba ou com a faca no pescoço. No Congresso, onde ia bem, começou a sofrer algumas derrotas.

Temer quer manter apoios. Assim, passa a prometer mais. Como não pode prometer crescimento econômico, promete mais reformas. Reformas são música para a maior parte da elite econômica. Temer sabe para quem está cantando, para manter apoios.

O que ficaria da CLT? Férias de 30 dias, 13º salário, jornada máxima de 44 horas por semanas. O resto poderia ser negociado. Como se diz, vale o negociado sobre o legislado, o acordo de sindicatos e empresas sobre quase tudo o que está escrito na lei. O que pode ser negociado? Tudo, em tese.

Se a pessoa pode ser contratada por hora, por dia, mês. A jornada pode durar até 12 horas por dia e 220 horas por mês. Os trinta dias de férias poderão ser parcelados em até três vezes. Pode haver acordos variados, para trabalho em casa, registro de ponto, participação nos lucros, horário de intervalo. A medidas provisória está ficando pronta agora nesta noite.

Em tese, reforma trabalhista pode diminuir o desemprego, facilitar vários tipos de contratação, de acordo com as necessidades da empresa. É mais ou menos assim que funciona em países como os Estados Unidos, mas bem diferente da Europa, por exemplo.

Em tese, funciona e facilita a contratação de certos tipos de trabalho e trabalhadores. Na prática, a teoria são outros quinhentos. Há grandes categorias de trabalhadores que tem sindicados inoperantes ou mesmo vendidos. Há trabalhadores que não tem mesmo organização. Em suma, a gente sabe pouco do impacto de uma coisa tão importante para ser decidida por decreto.



MARCADORES: CLT / CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DE TRABALHO, REFORMA TRABALHISTA, DIREITOS DOS TRABALHADORES, SINDICALISMO, NEGOCIAÇÃO ENTRE EMPREGADOR E EMPREGADO

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

VERÃO NA TEMPORADA 2016 / 2017 EM PERUÍBE: CHUVOSO E COM TEMPERATURAS ABAIXO DA MÉDIA



MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSES, PERUIBANOS, TEMPORADA DE VERÃO 2016 / 2017, CLIMA, METEOROLOGIA, VERÃO MENOS QUENTE, CALOR, CHUVAS, TEMPO CHUVOSO, VERANISTAS, TURISTAS, TURISMO

ATAQUE TERRORISTA EM BERLIM E O JORNALISMO "POLITICAMENTE CORRETO" - DEZEMBRO DE 2016



MARCADORES: ONDA DE REFUGIADOS NA EUROPA, ALEMANHA, ESTADO ISLÂMICO, TERRORISMO, TERRORISTA, ATAQUE TERRORISTA EM BERLIM, MORTOS E FERIDOS, SEMANA DE NATAL, MERCADO DE NATAL, CAMINHÃO NÃO ATACA SOZINHO, JORNALISMO, JORNAIS, TELEVISÃO, INTERNET, MÍDIA, BRASIL, BRASILEIROS

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

SÉRGIO MORO "AGENTE DA CIA" E OUTRAS BOBAGENS - DEZEMBRO DE 2018




Quem é Sérgio Moro? Mitos e verdades sobre o juiz da Lava-Jato


Desde o início da operação, magistrado que tem condenado empresários e ex-funcionários públicos por corrupção é alvo de várias informações na internet. Seriam elas verdadeiras?


Joana Neitsch, com colaboração de Kamila Mendes Martins


Você já recebeu uma mensagem de corrente no WhatsApp contando uma lista de “verdades” sobre quem é o juiz Sergio Moro como, por exemplo, que ele seria filiado ao PSDB e teria sido treinado pelo FBI? Já viu posts no Facebook com links de sites pouco conhecidos que “revelam” que Moro não condenou ninguém no caso Banestado e que a Lava Jato vai acabar em pizza? E na hora de discussões mais acaloradas na sua timeline nunca apareceu ninguém dizendo que o juiz paranaense também tem seus defeitos e que é professor da Universidade Federal do Paraná, mas não aparece para dar aulas? Ficou acordado esperando o Programa do Jô para assistir à entrevista também divulgada no WhatsApp?

Você já parou para se perguntar se tudo isso é verdade? Afinal, quem é Sergio Moro? Para esclarecer alguns desses mitos, o Justiça & Direito procurou confirmar informações e conversou com pessoas próximas ao juiz que esclarecem os fatos sobre quem é Sergio Moro.

Seu pai é um dos fundadores do PSDB em Maringá?

O pai de Moro, Dalton Moro, era professor de geografia na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Segundo relatos de pessoas próximas, ele não se envolvia com questões políticas. O máximo de seu engajamento se deu durante a candidatura de um amigo.

“O falecido senhor Dalton Moro era um sério e dedicado professor de Geografia e nunca exerceu qualquer atividade político-partidária em sua vida”, conta o juiz federal Anderson Furlan, amigo próximo da família. Outro amigo, que prefere não se identificar, acrescenta: “Talvez ele não tenha se envolvido em política nem mesmo no Departamento de Geografia”.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, a mãe de Moro, Odete Starke Moro, deu uma explicação que pode indicar de onde surgiu o boato: “A única vez que houve um envolvimento maior em campanha foi para apoiar um amigo nosso, que não era político, era professor. Todos os amigos se dedicaram à eleição dele”.

A advogada Rosangela Wolff Moro, esposa do juiz da Lava Jato, trabalhou para o PSDB?

Também não faltam na internet posts que dizem que a esposa do juiz teria sido advogada do PSDB. A origem desse boato pode ter vindo do fato de ela ser procuradora jurídica da Federação Nacional das Apaes (Fenapaes). E Flávio Arns (PSDB-PR), que foi vice-governador no primeiro mandato de Beto Richa (PSDB-PR) e atualmente é Secretário para Assuntos Estratégicos do Paraná, já ter sido presidente da federação.

“A esposa do juiz Sérgio Moro nunca foi funcionária do PSDB. Ela era consultora e depois se tornou advogada das APAEs, graças ao seu esforço e dedicação a essa matéria, sem qualquer relação com partidos ou políticos”, diz Furlan.

Em 2015, segundo o site Paraná Portal, Rosângela chegou a fazer um post no Facebook: “Atenção tuiteiros. Não sou, nunca fui advogada de partido político algum, seja do PT, PSDB, PDT, pqp. Tampouco sou filiada a partido político”.

Moro foi treinado pelo FBI? E o que ele estudou em Harvard?

Também circulam na rede histórias de que Moro teria sido treinado pelo FBI a fim de que a Lava Jato fosse um meio para retirar do Brasil a soberania sobre o pré-sal.

No currículo Lattes do juiz, consta que ele participou do Program of Instruction for Lawyers na Harvard Law School, em julho de 1998. Furlan enfatiza que o curso foi de apenas 30 dias. E outro amigo acrescenta que a experiência de Moro no exterior fazia parte de um programa para qual qualquer juiz poderia se inscrever e que o paranaense foi um dos selecionados.

Também no Lattes de Moro, consta que ele participou do International Visitors Program organizado em 2007 pelo Departamento de Estado norte-americano com visitas a agências e instituições dos EUA encarregadas da prevenção e do combate à lavagem de dinheiro. Seria esse o treinamento do FBI para acabar com a autonomia do pré-sal? Curiosamente, a ex-presidente Dilma Rousseff também participou do programa em 1992, segundo consta no site oficial.

Moro não condenou ninguém no escândalo do Banestado?

Em 2004, o juiz federal condenou 15 funcionários do Banestado por evasão de divisas, gestão fraudulenta e formação de quadrilha. O que ocorre é que algumas condenações foram mantidas pelos tribunais superiores, e outras foram extintas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) porque o prazo para a execução das penas prescreveu.

O ex-deputado Neivo Beraldin (PDT-PR), que foi presidente da CPI do Banestado, considera que Moro já demonstrava “brilhantismo absoluto” na época do caso. Ele conta que a comissão fez 32 solicitações de quebra de sigilo, e que o magistrado dava encaminhamento aos pedidos “prontamente”. “Ele agia de forma rápida e pronta. É um dos homens mais íntegros e competente que já conheci.”

Para Beraldin, a maior dificuldade no caso Banestado foi a demora do Ministério Público do Paraná em dar prosseguimento às questões que se referiam à Justiça estadual.

Como foi seu período atuando como auxiliar de Rosa Weber no STF?

Em 2012, Moro foi convocado para atuar como juiz instrutor no Supremo Tribunal Federal (STF) e auxiliar a ministra Rosa Weber. Coincidência ou não, esse foi o ano do julgamento da Ação Penal 470, o mensalão. Os votos da ministra, que havia ingressado na corte em dezembro do ao anterior, chamaram atenção por apresentar interpretações bastante duras do direito penal.

Furlan conta que Moro descreve o período de atuação em Brasília como “uma época de grande aprendizado”.

É verdade que ele teve problemas com horários na UFPR enquanto atuava no STF?

Moro é professor de Direito Processual Penal na Universidade Federal do Paraná (UFPR). O regimento interno da Faculdade de Direito não permite que um professor dê mais de duas horas-aula (50 minutos cada) seguidas para a mesma turma. Enquanto estava atuando em Brasília, Moro solicitou à direção da faculdade para dar todas as três aulas de sua carga horária semanal nas noites de sexta-feira. Uma pessoa que era aluna da faculdade à época relata que os estudantes queriam ter aula com Moro e o apoiavam para que fizesse esse horário.

O pedido administrativo foi negado pela direção da faculdade. O juiz, então, impetrou mandado de segurança. Mas a solicitação foi negada pela juíza federal Claudia Cristina Cristofani.

Para o amigo de Moro que prefere não se identificar, o caso foi de “pura implicância e ciumeira”.

Um professor da UFPR, que também pediu anonimato, descreve a situação como uma “fogueira de vaidades entre a direção da faculdade e Moro”, em que nenhum dos lados quis ceder. “Uma solução adequada, que respeitaria o regimento, seria a cooperação recíproca: transferir a turma para outro professor e Moro assumir disciplinas tópicas” (que seriam ministradas para turma diferentes sem as três aulas seguidas de uma mesma disciplina).

Por outro lado, o mesmo professor descreve o juiz como “muito CDF”, ou seja, não queria abdicar do compromisso de ministrar a disciplina da qual é professor adjunto.

Outra hipótese seria Moro ter pedido licença enquanto atuava no STF, como acabou fazendo agora, em novembro de 2016, quando anunciou o afastamento para se dedicar exclusivamente à Lava Jato.

Moro é amigo íntimo do desembargador João Pedro Gebran?

Advogados do ex-presidente Lula e de outros réus da Lava Jato questionam a imparcialidade do desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4). Ele seria amigo íntimo de Moro. Houve até o boato de que Gebran seria padrinho de um dos filhos de Moro.

A relatora do pedido de suspeição, Cláudia Cristina Cristofani – a mesma que decidiu sobre as aulas na UFPR – negou provimento e foi acompanhada por toda a Câmara.

Um amigo íntimo de Moro diz que o juiz é de poucos amigos, pois é tímido e, mesmo com os mais próximos, é de poucas palavras. Ele jamais soube de qualquer relacionamento estreito entre o juiz federal e Gebran, que tem o mesmo perfil discreto, e afirma que os dois são apenas conhecidos. A história de que o desembargador é compadre do magistrado de primeiro grau é mera invenção.

Suas decisões quase nunca são derrubadas por instâncias superiores?

De fato, as decisões de Moro costumam ser confirmadas pelos tribunais superiores com frequência. Segundo reportagem da Gazeta do Povo, dos 254 pedidos de Habeas Corpus (HC) no TRF4, apenas seis (2,5%) foram concedidos integralmente. Outros oito foram acatados parcialmente, 16 estão em tramitação e os demais 224 foram rejeitados – ou seja, a decisão do juiz federal foi mantida.

Furlan, que já foi presidente da Associação Paranaense dos Juízes Federais (Apajufe) em duas gestões, observa: “As decisões do juiz Sérgio Moro são sempre muito bem fundamentadas e proferidas após observância de todas as garantias da defesa. Ele conhece os fatos e a jurisprudência. Com todo esse cuidado, suas decisões não padecem de nulidades processuais, razão pela qual os tribunais geralmente se debruçam sobre os fatos e as provas, com algum eventual questionamento acerca de interpretação da norma”.

Recentemente, a reforma de uma decisão dele no TRF4 chamou atenção: os desembargadores do TRF4 absolveram os executivos da OAS Mateus Coutinho de Sá Oliveira e Fernando Stremel por falta de provas.

Furlan reconhece: “Muitas decisões dele já foram reformadas por tribunais superiores. Recentemente um réu condenado foi absolvido. Outros tiveram a pena diminuída. Em outra ocasião, mais antiga, o TRF determinou que uma certa forma de colheita de prova não fosse realizada. Enfim, existem decisões reformadas pelos tribunais, mas esse percentual de reformas é muito baixo, porque o juiz Sérgio Moro trabalha para não cometer erros, assim como todo magistrado. O erro em Direito Penal tem consequências graves. Ele trabalha sempre com essa perspectiva: fazer justiça, procurando não errar”.

O juiz da Lava Jato está aparecendo demais?

Moro quase não dá entrevistas, mas fala bastante em palestras e participa de grandes eventos, como a premiação da revista Time, em abril de 2016 e a premiação Brasileiros do Ano, da revista IstoÉ, quando foi fotografado em um momento mais descontraído com Aécio Neves.

Mas, apesar das aparições glamurosas, os amigos contam que Moro não gosta muito de badalação e que tem negado diversos convites por falta de agenda ou por questões éticas. No período eleitoral, por exemplo, teria evitado participar de eventos em que receberia homenagens de prefeituras ou de entidades que pudessem ser ligadas a alguma vertente política.

Moro vai ao Programa do Jô?

O convite de fato ocorreu. Mas, segundo um amigo íntimo, Moro teria respondido que, enquanto a Lava Jato não acabar, ele não vai participar do programa. Ao que Jô teria respondido: “Se for esperar a Lava Jato acabar, nunca vai vir. Não tem fim”.

Moro vai aproveitar a alta popularidade para se candidatar a presidente do Brasil?

Isso talvez nem mesmo a mulher dele possa responder, mas, para que isso ocorra, ele teria de abandonar a carreira de juiz, já que a Lei Orgânica da Magistratura (Loman) e a própria Constituição Federal (art. 95, parágrafo único, III) vedam o exercício de atividade politico-partidária de juízes. Resta saber se ele estaria disposto a abrir mão da atividade jurisdicional para tentar ser o presidente do Brasil.



FONTE: GAZETA DO POVO




MARCADORES: JUIZ FEDERAL SERGIO MORO, REPÚBLICA DE CURITIBA, OPERAÇÃO LAVA JATO, ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE EM 2018, JUSTIÇA BRASILEIRA, PODER JUDICIÁRIO, ESQUERDA, EXTREMA ESQUERDA, LULA RÉU, DILMA, BRASIL, BRASILEIROS, PERUÍBE, PERUIBENSES, FORA TEMER (VICE DA DILMA, NÃO SE ESQUEÇAM DISSO)

domingo, 18 de dezembro de 2016

ILUMINAÇÃO NATALINA NA PRAÇA MATRIZ DE PERUÍBE E ARREDORES - 18 DE DEZEMBRO DE 2016























POSTAGEM RECOMENDADA: A ÚLTIMA GAROTA, O LOBO SOLITÁRIO E ....


  MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, PERUIBANO, NATAL EM PERUÍBE 2016, ENFEITES NATALINOS, DECORAÇÕES DE NATAL, PRAÇA MATRIZ, CORETO, PAPAI NOEL, DEZEMBRO 2016, NOITE DE DOMINGO, IGREJA MATRIZ


SÓ 3 CIDADES DA BAIXADA SANTISTA JÁ DEFINIRAM QUEIMA DE FOGOS








A duas semanas do Réveillon, municípios correm contra o tempo para definir a principal atração da festa

DA REDAÇÃO

Das noves cidades da Baixada Santista, apenas Itanhaém, Mongaguá e Praia Grande já anunciaram os detalhes da realização da queima de fogos na virada do ano. A duas semanas do Réveillon, as demais prefeituras ainda correm contra o tempo para definir a principal atração da festa.

Segundo as administrações municipais de Bertioga, Cubatão e Santos, o motivo para a indefinição é a crise econômica que deixou os cofres públicos sem dinheiro para investir no evento. As prefeituras de Guarujá, São Vicente e Peruíbe não responderam à Reportagem se vão realizar o evento.

Prefeitura de Santos informa que vai esperar até o início da próxima semana para anunciar a tradicional queima de fogos na orla, evento que já foi confirmado a A Tribuna pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

Na segunda-feira (19) termina o prazo do processo de chamamento público para empresas interessadas em patrocinar o show pirotécnico. A Secretaria de Comunicação e Resultados, entretanto, não adiantou se já recebeu alguma proposta.

Cubatão, por sua vez, também admite que ainda não tem uma programação definida para o Réveillon, já que depende de patrocínios. Segundo a Prefeitura, eles são “mais raros em épocas de crise econômica”.

O Município informa ainda que “todos os recursos financeiros disponíveis estão sendo destinados aos serviços mais essenciais e urgentes”.

Bertioga informou que o assunto ainda está sendo discutido e ainda não foi fechado.

Como será

Em Itanhaém, serão três pontos de queima de fogos: a Praia do Sonho, Gaivota e Suarão. Haverá shows de bandas nesses locais.

Em Mongaguá, o show pirotécnico será realizado em dois pontos da Cidade: um na Praia do Centro e o outro na Praia de Agenor de Campos, ambos com duração de 10 minutos. Também estão previstas apresentações musicais a partir das 22 horas.

Já em Praia Grande, turistas e moradores poderão assistir ao espetáculo, que terá cerca de 20 minutos de duração, em quatro pontos: Forte, Tupi, Caiçara e Real. Não haverá apresentações musicais nesses locais.

Iluminação

A iluminação de Natal também está mais modesta nas cidades da Baixada Santista, também pela crise econômica.

Em Santos, só foi concluída na sexta-feira (16). Foram decoradas 14 árvores de dez metros de altura cada uma na Zona Noroeste, Morros, Área Continental e em três pontos da orla.

Já em Mongaguá, a decoração ainda será montada. Em Itanhaém, a iluminação foi implantada, na Nova Orla do Centro e na Ponte Sertório Domiciano da Silva. O jambolão da Boca da Barra vai ganhar uma decoração, incluindo uma miniatura de carro de boi que remonta ao período áureo da produção e cultivo de banana.

Bertioga já está iluminada desde o último dia 9, informa a Prefeitura Cubatão, Guarujá, Peruíbe, Praia Grande e São Vicente não informaram sobre suas iluminações de Natal.



FONTE: A TRIBUNA



POSTAGEM RECOMENDADA: A ÚLTIMA GAROTA, O LOBO SOLITÁRIO E UMA CIDADE À BEIRA DO ABISMO



MARCADORES: 31 DE DEZEMBRO DE 2016, 1 DE JANEIRO DE 2017, COMEMORAÇÃO / FESTA DO RÉVEILLON, QUEIMA DE FOGOS, ENFEITES / ILUMINAÇÕES NATALINAS, FIM DE ANO EM, SANTOS, SÃO VICENTE, GUARUJÁ, CUBATÃO, BERTIOGA, PRAIA GRANDE, ITANHAÉM, MONGAGUÁ, PERUÍBE 


sábado, 17 de dezembro de 2016

PACOTE ECONÔMICO DO GOVERNO MICHEL TEMER - DEZEMBRO DE 2016



CHARGE PUBLICADA NO JORNAL CURITIBANO GAZETA DO POVO





MARCADORES: GOVERNO PRESIDENTE MICHEL TEMER, PACOTE, MEDIDAS ECONÔMICAS DE TEMER 2016, DEZEMBRO DE 2016, FGTS, CRÍTICAS, MERCADO, DIFICULDADES, BRASIL, BRASILEIROS, 2017

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

VERÃO CHUVOSO E A TEMPORADA DE VERÃO - DEZEMBRO DE 2016



A temporada de verão em Peruíbe, a qual já sofre com a recessão brasileira, também tende a ser afetada por uma questão meteorológica: um verão chuvoso e com temperaturas menos altas, o que será um problema numa cidade tão dependente de veranistas.


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, PERUIBANO, TEMPORADA DE VERÃO 2016 / 2017, CALOR, CHUVA, DIAS CHUVOSOS, TURISTAS, VERANISTAS, METEOROLOGIA

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

BRASIL VIVE UMA RECESSÃO DENTRO DA RECESSÃO | DENISE CAMPOS DE TOLEDO - DEZEMBRO DE 2016



A economia brasileira leva um novo tombo no mês de outubro, e parece que o Brasil vive um recessão dentro da recessão.


MARCADORES: BRASIL, BRASILEIROS, ECONOMIA BRASILEIRA, RECESSÃO, VAREJO, COMÉRCIO VAREJISTA, SETOR DE SERVIÇOS, BANCO CENTRO, PIB BRASILEIRO 2016, MÊS DE OUTUBRO 2016, GOVERNO FEDERAL, CONSUMO, CONTAS PÚBLICAS, PADRÃO DE VIDA, JUROS ALTOS, PEC DOS GASTOS, PROBLEMAS DE 2016 EM 2017, FUNDO DE GARANTIA PARA PAGAR DÍVIDAS, DESEMPREGO AINDA EM ALTA

SANTA BÁRBARA D' OESTE E O EMPREGO EM TEMPOS DE CRISE - DEZEMBRO DE 2016




Em tempos de crise a situação anda difícil para quem está procurando emprego. A cidade de Santa Bárbara D’Oeste vive um cenário diferente em que as demissões aconteceram, mas tiveram várias contratações.


MARCADORES: CIDADE PAULISTA DE SANTA BÁRBARA D'OESTE, INTERIOR PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, EMPREGO, DESEMPREGO EM 2016, ECONOMIA

TEMPERATURA EM 17° NA MANHÃ DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016 EM PERUÍBE





Nesta manhã nublada de 15 de dezembro de 2016, a temperatura está em inusitados 17°, bem abaixo da média, mas isso a mídia não fala pois contradiz o "aquecimento global".

Mais um verão chuvoso por aí, simples assim.

MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, PERUIBANO, TEMPORADA DE VERÃO 2016 / 2017, CHUVA, QUEDA NA TEMPERATURA, FRIO, DEZEMBRO DE 2016

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

FRAQUEZA DO COMÉRCIO CONFIRMA MOMENTO PIOR DA ECONOMIA | DENISE CAMPOS DE TOLEDO - DEZEMBRO DE 2016



O comércio confirma que estamos, novamente, em um momento de desaceleração da atividade econômica. As vendas ainda testam novos pisos com quedas históricas do movimento, o que repercute sobre o andamento geral da economia do País.



MARCADORES: COMERCIO, ECONOMIA, PERUÍBE, PERUIBENSE, VALE DO RIBEIRA, VALERIBEIRENSE, ANA DIAS, ITARIRI, ITARIRIENSE, PEDRO DE TOLEDO, PEDRO-TOLEDENSE, MIRACATU, MIRACATUENSE, JUQUIÁ, JUQUIAENSE, REGISTRO, REGISTRENSE, IGUAPE, IGUAPENSE, ILHA COMPRIDA, ILHA COMPRIDENSE, SETE BARRAS, SETE-BARRENSE, PARIQUERA-AÇU, PARIQUERENSE, JACUPIRANGA, JACUPIRANGUENSE, CANANÉIA, CANANIENSE, BARRA DO TURVO, BARRA-TURVENSE, CAJATI, CAJATIENSE, IPORANGA, IPORANGUENSE, ELDORADO, ELDORAENSE, BARRA DO CHAPÉU, BARRENSE, SANTOS, BAIXADA SANTISTA, LITORAL PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, CURITIBA, PARANÁ, LITORAL PARANAENSE, BRASIL, BRASILEIROS

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

MANIFESTANTES DEPREDAM ENTRADA DA FIESP DURANTE PEC DOS GASTOS - DEZEMBRO DE 2016



Clique na imagem acima para ler melhor. Texto original do site CETICISMO POLÍTICO






Só publiquei esta postagem para esquerdistas de plantão que estão extasiados por causa de ação de vandalismo anti-capitalista contra a entrada da FIESP. Claro, alguns dos culpados pela PEC 55 são engravatados que frequentam a Avenida Paulista, na lógica esquerdista. Recordar dos gastos absurdos de governos petistas recentes com a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 (contribuintes pagando a conta), e ver nisso um dos motivos para se criar um teto dos gastos, nem pensar, não é mesmo? Veja a imagem acima, LEIA O TEXTO, e vê se aprende alguma coisa, mortadela do FORA TEMER!

E quem fala em "congelamento de gastos", apenas pratica mais uma narrativa ideológica que não resista a uma simples análise de fundo. Não sacou? Leia o texto!



MARCADORES: PEC DOS GASTOS PÚBLICOS, TETO PARA GASTOS PÚBLICOS APROVADO PELO SENADO FEDERAL, CONGRESSO NACIONAL, PEC 55, AVENIDA PAULISTA, EDIFÍCIO DA FIESP / FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, CIDADE DE SÃO PAULO, PROTESTO, MANIFESTAÇÃO, FORA TEMER, VANDALISMO, DEPREDAÇÃO, ESQUERDISTAS DERROTADOS, BRASIL, BRASILEIROS, GASTOS GOVERNO FEDERAL, FORA TEMER, LEIAM O TEXTO NA IMAGEM DA POSTAGEM, ESQUERDISTAS!


segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

NATAL PERUIBENSE E O PALÁCIO AVENIDA EM CURITIBA - DEZEMBRO DE 2016



MARCADORES: NATAL EM PERUÍBE 2016, DEZEMBRO 2016, COMEMORAÇÕES NATALINAS, ENFEITES / DECORAÇÃO DE NATAL, PERUIBENSES, PERUIBANOS, NATAL EM CURITIBA 2016, CURITIBANOS, CORAL DE NATAL, PALÁCIO AVENIDA, APRESENTAÇÕES NATALINAS, CRIANÇAS CANTANDO, FESTA DE NATAL 2016


FRAGILIZADO, GOVERNO DEVE LANÇAR AGENDA POSITIVA | DENISE CAMPOS DE TOLEDO - DEZEMBRO DE 2016



Um dos principais motivos para a queda de popularidade do Governo é o fraco desempenho da economia brasileira. Segundo Denise Campos de Toledo, o Governo, fragilizado, deve lançar uma agenda positiva.


MARCADORES: BRASIL, BRASILEIROS, GOVERNO MICHEL TEMER, POPULARIDADE DO PRESIDENTE TEMER, FRACO DESEMPENHO DA ECONOMIA BRASILEIRA, IPCA, INFLAÇÃO EM QUEDA / 2017, RECESSÃO, REDUÇÃO NA TAXA BÁSICA DE JUROS, DÍVIDAS, AGENDA POSITIVA


sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

VINICIUS TORRES FREIRE / QUEDA DE JUROS DEVE LEVAR A LENTA MELHORA - DEZEMBRO DE 2016



A inflação enfim parece estar caindo, de um jeito que dê para notar. Os preços estão caindo? Um ou outro, em especial de comida. É preciso prestar atenção na diferença. Inflação em queda significa apenas que os preços estão subindo mais devagar, na média.

É pelo menos uma pequena boa notícia nesse mundão de coisa ruim que virou a economia brasileira.

Desde 1998 que os preços não subiam tão pouco em um mês de novembro. Desde essa época que os preços não subiam tão pouco no trimestre. E daí? As coisas continuam caras. Mas a boa notícia, miudinha, é que, com inflação menor, as taxas de juros podem cair mais rápido.

Quais taxas de juros? Do crediário, do cheque especial? Essas também. Mas, no começo, vão cair as taxas de juros que o Banco Central mais ou menos regula, que são as dos empréstimos entre bancos, basicamente.

Mas esses juros são o piso do mercado, são os juros do atacadão do mercado de dinheiro. No varejo, onde nós pegamos empréstimos, as taxas são muitíssimo maiores e vão cair no começo de um modo que não dá muito para perceber. Mas vão.

Qual a diferença? Com juros menores, as empresas têm menos custos para produzir, talvez até investir, mais adiante.

Com juros menores para consumo e para empresas, é possível que a economia brasileira comece pelo menos a sair do buraco onde está, ainda se arrastando.

Essa queda de juros vai resolver logo esta nossa crise pavorosa? Nem de longe. Vai ser uma melhora lenta. Primeiro, isso afeta as empresas. É possível que elas voltem a produzir mais.

O problema é que há tanta capacidade ociosa nas empresas que elas não vão precisar contratar muito mais gente ou comprar mais máquinas para produzir mais. Mas, mais adiante, pelo menos podem deixar de demitir.

É pouco? É. Mas é o que temos. Esta recessão é a pior desde que se tem notícia no Brasil, faz pelo menos 115 anos.



MARCADORES: DESEMPREGO, QUEDA NOS ÍNDICES DE INFLAÇÃO, PREÇOS DOS ALIMENTOS  EM, DESINFLAÇÃO, DEFLAÇÃO, RECESSÃO, DEPRESSÃO ECONÔMICA, PERUÍBE, PERUIBENSE, VALE DO RIBEIRA, VALE-RIBEIRENSE, ANA DIAS, ITARIRI, ITARIRIENSE, PEDRO DE TOLEDO, PEDRO-TOLEDENSE, MIRACATU, MIRACATUENSE, JUQUIÁ, JUQUIAENSE, REGISTRO, REGISTRENSE, IGUAPE, IGUAPENSE, ILHA COMPRIDA, ILHA COMPRIDENSE, SETE BARRAS, SETE-BARRENSE, PARIQUERA-AÇU, PARIQUERENSE, JACUPIRANGA, JACUPIRANGUENSE, CANANÉIA, CANANIENSE, BARRA DO TURVO, BARRA-TURVENSE, CAJATI, CAJATIENSE, IPORANGA, IPORANGUENSE, ELDORADO, ELDORAENSE, BARRA DO CHAPÉU, BARRENSE, SANTOS, BAIXADA SANTISTA, LITORAL PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, CURITIBA, PARANÁ, LITORAL PARANAENSE, BRASIL, BRASILEIROS

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

JUIZ SERGIO MORO É OVACIONADO E APLAUDIDO EM EVENTO DE HOMENAGEM AO 'BRASILEIRO DO ANO' - DEZEMBRO DE 2016




MARCADORES: MÍDIA, IMPRENSA, REVISTA ISTOÉ, PREMIAÇÃO BRASILEIROS DO ANO 2016, JUIZ SERGIO MORO PREMIADO "BRASILEIRO DO ANO NA JUSTIÇA", BRASIL, OPERAÇÃO LAVA JATO, REPÚBLICA DE CURITIBA

ESTÁ NA HORA DE PLANEJAR A CEIA DE NATAL - DEZEMBRO DE 2016






MARCADORES: COMEMORAÇÃO CRISTÃ, 25 DE DEZEMBRO DE 2016, FERIADO NATALINO, CEIA DE NATAL, FESTA DE NATAL EM, PERUÍBE, PERUIBENSE, VALE DO RIBEIRA, VALERIBEIRENSE, ANA DIAS, ITARIRI, ITARIRIENSE, PEDRO DE TOLEDO, PEDRO-TOLEDENSE, MIRACATU, MIRACATUENSE, JUQUIÁ, JUQUIAENSE, REGISTRO, REGISTRENSE, IGUAPE, IGUAPENSE, ILHA COMPRIDA, ILHA COMPRIDENSE, SETE BARRAS, SETE-BARRENSE, PARIQUERA-AÇU, PARIQUERENSE, JACUPIRANGA, JACUPIRANGUENSE, CANANÉIA, CANANIENSE, BARRA DO TURVO, BARRA-TURVENSE, CAJATI, CAJATIENSE, IPORANGA, IPORANGUENSE, ELDORADO, ELDORAENSE, BARRA DO CHAPÉU, BARRENSE, SANTOS, BAIXADA SANTISTA, LITORAL PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, CURITIBA, PARANÁ, LITORAL PARANAENSE, BRASIL, BRASILEIROS

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

É HORA DE CONSERTAR O PAÍS | DENISE CAMPOS DE TOLEDO - DEZEMBRO DE 2016



Vivemos uma das piores crises institucionais que o País já viu combinada com uma das piores crises na área econômica, e as duas estão atreladas. "É hora de consertar o País", diz Denise Campos de Toledo.




MARCADORES: CRISE INSTITUCIONAL, RECESSÃO 2016, INVESTIMENTOS, INDÚSTRIA, CONGRESSO NACIONAL, SENADO FEDERAL, STF, AJUSTE CONTAS PÚBLICAS, GOVERNO MICHEL TEMER

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

DENISE CAMPOS DE TOLEDO / QUADRO ATUAL DA ECONOMIA GERA INSATISFAÇÃO - DEZEMBRO DE 2016



A pressão ou cobrança em cima de Henrique Meirelles ganhou força na medida em que a economia perdeu ritmo. O ministro fala em paciente saindo da UTI. Mas é um paciente que apresentou piora e inspira cuidados, com previsão de recuperação bem mais lenta que se previa. O ajuste fiscal é fundamental pra garantir uma retomada mais consistente do crescimento, em bases mais sólidas, que inspirem credibilidade. Agora, não dá pra focar a política econômica só na PEC dos Gastos e agora na Reforma da Previdência também. São medidas impopulares que, na prática, têm um efeito contracionista. Significam mais aperto. Não se vê a adoção de medidas que dêem mais fôlego à atividade econômica. Não falo de medidas populistas como as que eram lançadas no governo anterior, apenas pra garantir resultados de curto prazo, como isenções tributárias, aumento de programas sociais, corte irresponsável dos juros ou a gastança sem limite, que está na base da atual crise. Nada disso. O governo poderia ter acelerado as concessões de infraestrutura, transportes, estabelecido condições para facilitar a renegociação das dívidas de empresas e consumidores com o sistema financeiro, lançado alguma política pra estimular exportações. Ações de maior efeito e visibilidade. Não adianta alterar as regras para a compra de imóveis, se os interessados estão sem condições ou com receio de assumir dívidas. Até a política de juros do Banco Central está sendo cada vez mais questionada. Com a recessão do jeito que está, desemprego em alta, consumo em baixa e inflação caminhando para o centro da meta em 2017, talvez fosse o momento de um corte maior da taxa básica. Claro que houve surpresas, que não estavam na agenda, como a grave situação financeira dos Estados, que vai exigir medidas urgentes de contenção de despesas e outros ajustes, o que pesa na atividade, assim como a eleição de Trump nos Estados Unidos, que trouxe mais incertezas em relação ao cenário global, impondo maior cautela. Mas o fato é que o quadro atual da economia gera insatisfação na população, faz com que a pressão política também aumente, até de aliados, que não querem ficar associados a uma situação de crise, e ainda mexe com a confiança. Confiança que é importante pra retomada da economia, e retomada que parece mais distante. O mercado, na média, já prevê uma expansão do PIB de apenas 0,8% em 2017. Muito pouco diante do tombo dos últimos dois anos. No sufoco, o governo agora, fala em medidas microeconômicas de estímulo à economia. Vamos ver o que vai sair. Eu volto na quinta. Até lá.


MARCADORES: PEC 241 / 55, ECONOMIA EM 2017, GOVERNO MICHEL TEMER

domingo, 4 de dezembro de 2016

DOIS VELÓRIOS E OS FATOS COMO ELES SÃO - DEZEMBRO DE 2016



Nessa singela foto, vemos o ditador, digo, presidente venezuelano, Nícolas Maduro, e os ex-presidentes brasileiros Lula e Dilma, velando o falecido DITADOR cubano Fidel Castro, lá na caribenha ilha socialista.




Já nessa, vemos o presidente Michel Temer com o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, no velório coletivo realizado no estádio da Chapecoense.

O que me espanta não são aqueles dois ex-presidentes velando o genocida cubano. O que espanta é que, mesmo com essa imagem que diz muito a respeito deles, AINDA TEM GENTE NESTE PAÍS QUE NÃO SE ARREPENDE DE TER VOTADO NOS DOIS. 

Quanto à segunda foto, vejo nela um presidente da república que não se intimidou com as suspeitas de que seria vaiado no triste velório coletivo (quem se atreveria?), e o digno prefeito chapecoense pesaroso. 

Esses são os fatos, tais como eles são, mas você pode ficar por aí, berrando "Fora Temer" nas redes sociais, e não se perguntando por qual motivo a dupla dinâmica esquerdista tem tanta admiração por alguém que governou Cuba durante décadas com mão de ferro, passando o poder PARA O PRÓPRIO IRMÃO, o Raul Castro. Pois é ....


MARCADORES: CIDADE DE CHAPECÓ, OESTE CATARINENSE, ESTADO DE SANTA CATARINA, SUL DO BRASIL, BRASILEIROS, VELÓRIO COLETIVO VÍTIMAS ACIDENTE AÉREO COLÔMBIA, CLUBE DE FUTEBOL CHAPECOENSE, ESTÁDIO DA CHAPECOENSE, SÁBADO 3 DE DEZEMBRO DE 2016, PRESIDENTE MICHEL TEMER NO VELÓRIO, PREFEITO LUCIANO BULIGON, VELÓRIO DO TIRANO, DIGO, EX-PRESIDENTE FIDEL CASTRO, LULA E DILMA NO VELÓRIO DO DITADOR CUBANO, NÃO TEVE VAIA, CUBA CAMINHANDO PARA A LIBERDADE


sábado, 3 de dezembro de 2016

PREFEITO DE CHAPECÓ E O PRESIDENTE TEMER NO ESTÁDIO DA CHAPECOENSE - DEZEMBRO DE 2016




MARCADORES: CIDADE DE CHAPECÓ, OESTE CATARINENSE, ESTADO DE SANTA CATARINA, SUL DO BRASIL, ACIDENTE AÉREO NA COLÔMBIA, TIME DE FUTEBOL CHAPECOENSE, ESTÁDIO DA CHAPECOENSE, PREFEITO DE CHAPECÓ LUCIANO BULIGON, DISCURSO, PRESIDENTE MICHEL TEMER, VELÓRIO COLETIVO, 3 DE DEZEMBRO DE 2016

HINO RELIGIOSO NA CHEGADA DAS VÍTIMAS FATAIS EM CHAPECÓ, SANTA CATARINA, 3 DE DEZEMBRO DE 2016






Na chegada dos corpos das vítimas fatais do acidente aéreo na Colômbia, foi tocado um hino religioso, o mesmo que ficou famoso por ter sido a última música a ser tocada pela banda que estava no naufrágio do TITANIC (MAIS PERTO MEU DEUS DE TI). Uma incrível homenagem.



MARCADORES: VELÓRIO EM CHAPECÓ, TIME DE FUTEBOL CHAPECOENSE, CHEGADA DAS VÍTIMAS NO AEROPORTO, HINO RELIGIOSO, MAIS PERTO MEU DEUS DE TI, SANTA CATARINA, BRASIL, BRASILEIROS, ACIDENTE AÉREO COLÔMBIA

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

DENISE CAMPOS DE TOLEDO / RISCO DE INGOVERNABILIDADE RONDA TEMER - DEZEMBRO DE 2016



O mercado está refletindo o ambiente político e econômico, com receio de um agravamento da crise nos vários aspectos. A disputa entre os poderes produz um desgaste maior da classe política, que pode bater no presidente Temer, já fragilizado pelo desempenho ruim da economia e pelo risco de maior envolvimento do governo nas denúncias da Lava Jato e nas delações, especialmente da Odebrecht, que estão para sair do forno. Pegou muito mal a armação da Câmara para desfigurar as medidas anticorrupção e a tentativa de Renan Calheiros de votar a matéria em regime de urgência, em resposta à ameaça dos procuradores de renunciarem à força tarefa da Lava Jato. O clima institucional está pesado e é tudo que o País não precisa num momento em que tenta reverter a crise econômica. Uma crise histórica como mostraram os dados do desemprego e do PIB que saíram nesta semana. Preocupou, principalmente, a queda dos investimentos, que é uma indicação de menor confiança das empresas, de investidores, nas perspectivas do País. Os investimentos estão em 16,5% do PIB, deveriam estar em 20% pra alavancar um desempenho melhor da economia. E a crise política pode tornar tudo mais difícil. Se essas arapucas do Congresso chegam às mãos de Temer para aprovar ou vetar, o governo pode ficar numa grande enrascada. Se aprova fica ainda mais impopular. E terá de tomar medidas impopulares, como a Reforma da Previdência, para promover o ajuste fiscal, fundamental pra dar uma base mais firme à retomada do crescimento. Se veta, arruma briga com o Congresso, que terá de aprovar as medidas. Sem o ajuste, o potencial de reação da economia fica mais comprometido. O governo Temer corre o risco de cair numa situação de ingovernabilidade como o anterior. Todo esse ambiente é que provocou a reação negativa do mercado. Reação que pode prosseguir, já que não podemos contar muito com a disposição da classe política de pacificar o País. E o cenário externo pode colocar mais lenha na fogueira, com a alta dos juros nos Estados Unidos, a política de Trump, as incertezas quanto aos rumos do bloco europeu. O ano de 2016 não vai deixar boas lembranças e já está contaminando o cenário de 2017.


STF, ABORTO E A MINHA FALTA DE PACIÊNCIA - DEZEMBRO DE 2016







POSTAGEM RECOMENDADA: ABORTO E POBREZA DA MULHER


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, PERUIBANO, STF, SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, LEGALIZAÇÃO DO ABORTO TERCEIRO MÊS DE GRAVIDEZ, MULHERES, GESTAÇÃO, FETO, BEBÊ, VIDA HUMANA, ABORTISTAS, BRASIL, BRASILEIRAS, 2017 E A LUTA CONTRA O ESQUERDISMO


PEC 55 (241) E A ESQUERDA ABORRECIDA - DEZEMBRO DE 2016



MARCADORES: PROJETO DE EMENDA CONSTITUCIONAL, PEC 55 (241), EXTREMA-ESQUERDA PROTESTA EM BRASÍLIA, VANDALISMO, DEPREDAÇÕES, CONGRESSO NACIONAL, SENADO, BRASIL, BRASILEIROS, TETO GASTOS PÚBLICOS


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

PERUÍBE TERÁ MUDANÇAS ANTES DO NOVO GOVERNO - NOVEMBRO DE 2016




Um dos pontos que os vereadores discutirão será a redução do número de cargos comissionados

DA REDAÇÃO


A prefeita de Peruíbe, Ana Preto (PTB), enviou à Câmara três projetos de lei para a reorganização administrativa da Prefeitura. A medida é tomada a pedido do prefeito eleito, Luiz Maurício (PSDB), e as propostas foram elaboradas pela equipe de transição do futuro chefe do Executivo e por servidores efetivos da Administração.

Um dos pontos que os vereadores discutirão, a partir de quinta-feira (1º), será a redução do número de cargos comissionados (cuja nomeação ocorre sem concurso público), de 91 para 39. Segundo a assessoria de Maurício, o corte resultará em economia anual de R$ 1 milhão e atende a uma decisão judicial que considerou parte desses cargos inconstitucional.

Os demais projetos servirão para formalizar a criação da Secretaria Municipal de Comércio, Indústria e Emprego; e para a regulamentação das funções gratificadas para funcionários públicos efetivos da Prefeitura.

“Havia necessidade de tomarmos essa medida. Foi importante a prefeita Ana Preto atender nossa reivindicação e encaminhar os projetos de lei ainda esse ano. Iniciaremos a gestão com o modelo administrativo novo”, afirma Luiz Maurício, por meio de sua assessoria de imprensa.

Após a leitura em plenário, os projetos serão encaminhados para comissões e, provavelmente, votados ainda neste ano.

Pedido

O prefeito eleito espera começar sua gestão com as mudanças que sugeriu e pediu aos vereadores integrantes desses grupos que analisem e votem as três propostas com agilidade.

“Creio que os projetos serão aprovados, tanto nas comissões quanto pelo plenário. A maioria dos vereadores já se posicionou a favor da aprovação dos projetos”, salienta.



FONTE: A TRIBUNA




MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, PERUIBANO, FUTURO GOVERNO MUNICIPAL, ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL, 2017, COMÉRCIO, INDÚSTRIA, EMPREGO, AGRICULTURA, VALE DO RIBEIRA, ITARIRI, PEDRO DE TOLEDO, MIRACATU

domingo, 27 de novembro de 2016

O CÍRCULO VICIOSO DA CRISE PERUIBENSE - NOVEMBRO DE 2016





Como se não bastasse a recessão (ou talvez depressão) brasileira, o abandono em que se encontra a cidade faz que ela receba poucos investimentos privados. O resultado é que a crise é mais grave do que em municípios vizinhos como Itanhaém, pois empresas de fora que poderiam se instalar por aqui se mantém longe, contribuindo para que o desemprego se mantenha elevado, fazendo com que mais jovens migrem. Com isso existe menos gente daqui comprando no comércio local, o que afeta a arrecadação de impostos, os recursos para a prefeitura minguam, a crise piora e cada vez há mais peruibenses saindo daqui.

Um círculo vicioso que a próxima Administração Pública Municipal precisará quebrar, antes que a própria cidade quebre de vez.


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSES, PERUIBANOS, CÍRCULO VICIOSO, CRISE, RECESSÃO, DESEMPREGO, COMÉRCIO, JOVENS, MIGRAÇÃO, NOVO GOVERNO / ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL A PARTIR DE 2017


FIDEL E O ESQUERDISTA BRASILEIRO QUE NEGA SER COMUNISTA, MAS LAMENTA PELO "COMANDANTE"



Aqui falo sobre a morte do ditador Fidel, da recusa em tantos esquerdistas que lamentam pelo "comandante" em se assumirem comunistas, e ainda aproveito para recomendar a leitura do livro NOSSOS ANOS VERDE-OLIVA, do escritor chileno Roberto Ampuero.


POSTAGEM RECOMENDADA: LIVRO NOSSOS ANOS VERDE-OLIVA, SOBRE A DITADURA CUBANA


MARCADORES: MORTE DO DITADOR / TIRANO FIDEL CASTRO, CUBA, DITADURA SOCIALISTA CUBANA, CASTRISMO, COMUNISMO, SOCIALISMO, ESQUERDISTAS, COMUNISTAS, BRASIL, BRASILEIROS, PERUÍBE, PERUIBENSE, PERUIBANO, VALE DO RIBEIRA, LIVRO NOSSOS ANOS VERDE-OLIVA

sábado, 26 de novembro de 2016

FUNK NO ÔNIBUS: ISSO ENCHE O SACO! - NOVEMBRO DE 2016



MARCADORES: ÔNIBUS CIRCULAR, INTERMUNICIPAL, MÚSICA NO CELULAR, FUNK NO ÔNIBUS, FUNKEIRO FAZENDO BARULHO NO ÔNIBUS, VFONE DE OUVIDO, AN, TRANSPORTE COLETIVO, PERUÍBE, PERUIBENSES, PERUIBANOS

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

NO DIA 04 DE DEZEMBRO O BRASIL DEVE DIZER NÃO À ANISTIA DO CAIXA 2 | MARCO ANTONIO VILLA








MARCADORES: PROJETO DE LEI, ANISTIA DO CAIXA 2 / DOIS, CONGRESSO NACIONAL, CÂMARA DOS DEPUTADOS, SENADO, OPERAÇÃO LAVA JATO, CORRUPÇÃO, JUIZ SÉRGIO MORO, DEPUTADOS, SENADORES, MANIFESTAÇÃO NO DOMINGO 4 DE DEZEMBRO DE 2016, PROTESTOS, PERUÍBE, PERUIBENSE, VALE DO RIBEIRA, VALERIBEIRENSE, ANA DIAS, ITARIRI, ITARIRIENSE, PEDRO DE TOLEDO, PEDRO-TOLEDENSE, MIRACATU, MIRACATUENSE, JUQUIÁ, JUQUIAENSE, REGISTRO, REGISTRENSE, IGUAPE, IGUAPENSE, ILHA COMPRIDA, ILHA COMPRIDENSE, SETE BARRAS, SETE-BARRENSE, PARIQUERA-AÇU, PARIQUERENSE, JACUPIRANGA, JACUPIRANGUENSE, CANANÉIA, CANANIENSE, BARRA DO TURVO, BARRA-TURVENSE, CAJATI, CAJATIENSE, IPORANGA, IPORANGUENSE, ELDORADO, ELDORAENSE, BARRA DO CHAPÉU, BARRENSE, SANTOS, BAIXADA SANTISTA, LITORAL PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, CURITIBA, PARANÁ, LITORAL PARANAENSE, BRASIL, BRASILEIROS

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

INFLAÇÃO JÁ É UM DADO MELHOR DA ECONOMIA | Denise CAMPOS DE TOLEDO - NOVEMBRO DE 2016



"A prévia da inflação veio abaixo das projeções. O dado confirma a trajetória de comportamento melhor da inflação com uma tendência de queda mais acentuada para 2017."

Em outras palavras: a economia tende a se estabilizar, para azar da turma do "Fora Temer", que até agora não conseguiu o protagonismo nas ruas. Que chato, esquerdinhas de plantão !!!


MARCADORES: ECONOMIA DO BRASIL, BRASILEIROS, INFLAÇÃO, QUEDA NOS ÍNDICES INFLACIONÁRIOS, DESINFLAÇÃO, RECUPERAÇÃO ECONÔMICA EM 2017, PERUÍBE, PERUIBENSES, PERUIBANOS

terça-feira, 22 de novembro de 2016

O LIXO E O LUXO - NOVEMBRO DE 2016



CONTRA MÁS CONDIÇÕES DE ESTRADA, MORADORES DE PERUÍBE JOGAM LIXO EM FRENTE À PREFEITURA


Comunidade de Barra do Una reclama do acesso precário e diz que crianças não podem ir à escola

DE A TRIBUNA ON-LINE


Cansados de um problema que dura pelo menos dois anos, moradores de Barra do Una, em Peruíbe, resolveram protestar nesta terça-feira (22). Cerca de 180 pessoas atiraram lixo na porta da Prefeitura e do Fórum da Cidade para reclamar da falta de condições de uma estrada de terra que liga o bairro distante a Guaraú.



Um dos líderes da manifestação é o morador Antonio Pivoto, que mora em Barra do Una há 12 anos. Ele conta que a comunidade, formada por cerca de 400 famílias, sofre com a condição intransitável da estrada de terra, que tem cerca de 20 quilômetros de extensão.

''Já realizamos um abaixo-assinado, com 2,5 mil adesões, pedindo reparos na estrada. Temos idosos, crianças que há dois meses estão sem ir à escola porque o ônibus não passa''.

Segundo Pivoto, que é vice-presidente da Associação dos Moradores e Ocupantes de Barra do Una, a estrada está repleta de buracos e lama.

''Não colocam nem cascalho. De dois anos para cá, a situação vem piorando cada vez mais. Nós chegamos a comprar dois caminhões cheios de pedra, de R$ 580 cada um, para colocar nos lugares em que não dava mesmo para passar''.

O morador disse que representantes do bairro já procuraram a Prefeitura por diversas vezes e que, até agora, nada foi feito. Afirmou ainda que há casos de moradores que ficam sem atendimento médico por conta das más condições da estrada.

Após a manifestação, uma comissão formada por alguns moradores reuniu-se com o chefe de gabinete da Prefeitura, Luiz Fernando Barbosa. Após o encontro, a Administração Municipal informou que até o final de semana, ou, no máximo, até segunda-feira (28), as obras de manutenção na estrada devem começar.

A assessoria de imprensa da Prefeitura esclareceu ainda que, mais cedo, quando o grupo chegou à Administração Municipal, o chefe de gabinete prontamente se propôs a recebê-lo, mas, enquanto isso, outros moradores invadiram o local, derrubando computadores e a árvore de Natal.

O órgão esclareceu também que a Prefeitura já estava à espera de uma remessa de cascalho e que não poderia fazer a obra porque a chuva atrapalhou.

Lixo

Os populares resolveram protestar com lixo em frente ao Paço Municipal porque a coleta na Cidade voltou parcialmente na semana passada. Entretanto, a Prefeitura está cobrando a empresa Litucera sob pena de multa.




FONTE: A TRIBUNA





MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSES, PERUIBANOS, COLETA DE LIXO, PROTESTO, MANIFESTAÇÃO, MANIFESTAÇÕES, PREFEITURA, PAÇO MUNICIPAL, BAIRRO BARRA DO UNA, NOVEMBRO DE 2016


domingo, 20 de novembro de 2016

INTERVENCIONISTAS NO CONGRESSO, MINHA SIMPLES OPINIÃO - NOVEMBRO DE 2016




MARCADORES: BRASIL, BRASILEIROS, MANIFESTANTES NA CÂMARA DOS DEPUTADOS, QUARTA FEIRA, 16 DE NOVEMBRO DE 2016, CONGRESSO NACIONAL, INTERVENCIONISTAS, INTERVENÇÃO MILITAR, DIREITA, JORNALISMO, MÍDIA, IMPRENSA, ROTULAGEM DOS ESQUERDISTAS

sábado, 19 de novembro de 2016

GIRO COM WILLIAN CORRÊA | JAIR BOLSONARO, DEPUTADO FEDERAL#32 - NOVEMBRO DE 2016




MARCADORES: DEPUTADO FEDERAL JAIR MESSIAS BOLSONARO, CORONEL CARLOS ALBERTO BRILHANTE USTRA, REGIME MILITAR DE 1964, LUTA ARMADA, TERRORISMO, MÍDIA BRASILEIRA, JORNALISMO, IMPRENSA, TV, RÁDIO, JORNAL, ENTREVISTA, POLITICAMENTE CORRETO, ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE EM 2018, PERUÍBE, PERUIBENSE, VALE DO RIBEIRA, VALERIBEIRENSE, ANA DIAS, ITARIRI, ITARIRIENSE, PEDRO DE TOLEDO, PEDRO-TOLEDENSE, MIRACATU, MIRACATUENSE, JUQUIÁ, JUQUIAENSE, REGISTRO, REGISTRENSE, IGUAPE, IGUAPENSE, ILHA COMPRIDA, ILHA COMPRIDENSE, SETE BARRAS, SETE-BARRENSE, PARIQUERA-AÇU, PARIQUERENSE, JACUPIRANGA, JACUPIRANGUENSE, CANANÉIA, CANANIENSE, BARRA DO TURVO, BARRA-TURVENSE, CAJATI, CAJATIENSE, IPORANGA, IPORANGUENSE, ELDORADO, ELDORAENSE, BARRA DO CHAPÉU, BARRENSE, SANTOS, BAIXADA SANTISTA, LITORAL PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, CURITIBA, PARANÁ, LITORAL PARANAENSE, BRASIL, BRASILEIROS

NOITE DO DIA 18 DE NOVEMBRO DE 2016 PARA 19 : TEMPERATURA CHEGOU AOS 15 GRAUS



Pois é, a mídia que adora encher o saco sobre o "aquecimento global" fica confusa numa situação como esta: na madrugada deste sábado, 19 DE NOVEMBRO DE 2016, A TEMPERATURA CHEGOU AOS 15°. Sim, 15 graus! Fica o registro sobre esse fato incomum, e quem se incomoda sobre eu falar sobre isso, que prossiga incomodado, pois neste blog, eu decido os assuntos. Simples assim.


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSES, PERUIBANOS, PRIMAVERA 2016, NOVEMBRO, CLIMA, TEMPERATURA, FRIO, NOITE FRIA, CADÊ O AQUECIMENTO GLOBAL?

terça-feira, 15 de novembro de 2016

PRESIDENTE MICHEL TEMER PISOU NA BOLA / JOSÉ NÊUMANNE PINTO - NOVEMBRO DE 2016



MARCADORES: BRASIL, BRASILEIROS, PRESIDENTE MICHEL TEMER, ENTREVISTA PROGRAMA RODA VIVA, EX-PRESIDENTE LULA, TEMER AFIRMA QUE PRISÃO DO LULA PODE TRAZER INSTABILIDADE AO PAÍS