terça-feira, 31 de maio de 2011

PARABÉNS ITANHAÉM, BEM VINDO HABIBS





Em reunião realizada na data de hoje, entre o proprietário e franqueado da Loja Habibs de Itanhaém, e representantes do Grupo HABIBS, foram definidas a abertura de 97 vagas de emprego, nos mais diversos segmentos, para integrarem a equipe que atuará na loja a ser inaugurada em breve. Ficou convencionado em referida reunião, que o PAT terá exclusividade na pré-seleção e encaminhamento dos pretendentes às vagas junto ao Grupo. Segundo os Franqueadores (Habibs), a seleção e treinamento será ministrada durante quatro semanas, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação Cultura e Esportes, a quem dedicamos nossas homenagens e agradecimentos, na pessoa de sua Secretaria, Senhora Cilene C. Rodrigues Forssell, pela grande cooperação. As inscrições para as vagas do Habibs, estarão abertas a partir do dia 02 de junho (quinta-feira), das 8:30 às 12:00, e das 14:00 às 16:30 horas, de segunda à sexta-feira, no Posto de Atendimento ao Trabalhador. Vale ressaltar que para candidatar-se às vagas, deverão ser observados os seguintes requisitos mínimos: 1) Ter idade a partir de 18 anos e no máximo 30; 2) Ter concluído ou estar cursando o Ensino Médio; 3) Ter disponibilidade para trabalhar em horários alternativos, principalmente à noite, finais de semana e feriados, dependendo da escala; 4) Não é necessário experiência, vez que a empresa ministrará total treinamento; 5) Preferência nas indicações, para os cidadãos que frequentaram as Palestras Motivacionais (serão os primeiros a serem chamados).

O Governo Municipal, através do PAT, cumpre mais uma etapa na constante busca de empregabilidade dos Munícipes, dando à todos, sem distinção, oportunidade de trabalho e emprego, e continuará buscando mais empresas, ações, cursos e equipamentos, para cada vez mais alcançar êxito na colocação dos moradores de Itanhaém, em postos de trabalho da cidade. Parabéns Itanhaém, bem vindo HABIBS.


Fonte: http://patitanhaem.blogspot.com/


Comentário: Ah, o PAT de lá irá preferir candidatos que moram em Itanhaém, ou seja, tudo foi feito de forma a beneficiar os moradores locais, o que é muito justo. Mesmo sem o futurista - bota futurista nisso - pré-sal já trazendo grana, Itanhaém está conseguindo um avanço considerável na geração de empregos. E Peruíbe? Fica para trás.

domingo, 29 de maio de 2011

OUTONO / 2011 ESTÁ SENDO SEVERO EM PERUÍBE



A última madrugada foi fria, sem dúvida a mais gelada do ano. Quanto ao chamado veranico, até agora nada. E a Dengue? Pois é, estava fraquinha, fraquinha....e depois disso desparecerá. Felizmente, contrariando as nossas tendências fatalistas, os casos dessa doença neste ano foram menos numerosos. Esse outono "com cara de outono", também está ajudando nisso. Um problema a menos, entre tantos dos nossos.


Em julho não receberemos veranistas, mas "invernistas", pessoas que gostam muito de Peruíbe, pois o difícil é ver alguém na praia, quando o vento é bem gelado. Não é a areia e o mar que os atraem. Gosto dessa baixa temporada, devido as menores temperaturas - que me agradam - mas também devido a recebermos menos visitantes bagunceiros. Parece que quanto maior o calor, mais são os chatos que chegam de fora para nos enfernizar.

sábado, 28 de maio de 2011

KIT GAY ERA PARA CRIANÇAS DE 11 ANOS







Portais, rádios e TVs escondem informação do público: kit alucinado de Haddad era para crianças a partir de 11 anos. Tenham vergonha, senhores editores!


A chamada grande imprensa, em todas as suas expressões, TV inclusive, é, em grade parte, responsável pela multiplicação dos vigaristas. Até outro dia, ela era apenas assediada pelo politicamente correto, pelas “milícias do bem” que querem censurar o pensamento. Hoje, essas milícias estão bem perto do controle mesmo, quando não estão no comando.

Matéria publicada por O Globo, reproduzida neste blog, mostra que o tal kit anti-homofobia preparado pelo MEC era destinado a alunos a partir dos 11 anos. Entre outras recomendações, indicavam-se filmes como “Milk” e “Brokeback Mountain”. No caça-palavras, os infantes seriam convidados a designar as pessoas que estão insatisfeitas com o seu órgão genital: “Transexual”. Só quem não tem a menor experiência com educação ou gente com alma de molestador infantil considera que isso é coisa pra criança — e indivíduos de 11 anos são crianças! É um escândalo. Igualmente grave é o fato de Fernando Haddad, ministro da Educação, ter contado uma mentira. Ele assegurava que o material preparado era para alunos do ensino médio.

Procurei a informação no Estadão Online. Não está lá. Procurei a informação na Folha Online. Não está lá. Procurei a informação no G1, do mesmo grupo que edita O Globo. Não está lá. A mentira de Haddad está sendo escondida. E é bem provável que não vá parar na televisão. Por quê?

Porque a questão se tornou um confronto ideológico, mera e suposta guerra de valores entre “reacionários” e “progressistas”, entre a “turma de Bolsonaro mais evangélicos” e os “educadores humanistas”, que só querem, vejam só!, combater a homofobia. Esconde-se dos leitores, dos telespectadores e dos ouvintes o descalabro porque a notícia não seria positiva para a “causa”. Agem como Jean Paul-Sartre no auge do seu vagabundismo intelectual, quando afirmou que denunciar os crimes de Stálin corresponderia a tirar as esperanças da classe operária. Em 1954, visitou a URSS e voltou dizendo que havia por lá liberdade de imprensa… Um lixo! Para quem, como ele, havia escrito em tom crítico uma peça chamada “As Mãos Sujas”, em que tudo é permitido em nome do partido, era o auge da indignidade.

Pois a mentira de Haddad passará impune. E, para todos os efeitos, o kit anti-homofobia só não chegou às escolas porque foi duramente combatido por pterodáctilos ideológicos e porque Dilma usou a questão para negociar o apoio dos evangélicos à impunidade de Palocci. Ora, isso tudo pode ser verdade sem que aquele lixo que pretendiam distribuir nas escolas fosse aceitável.

Já critiquei com dureza aqui o deputado Bolsonaro. Suas teses sobre as razões da homossexualidade e a maneira de tratar um filho gay são preconceituosas, ancoradas em nada além do achismo. No que concerne ao tal kit gay, no entanto, ela falava a verdade, e Haddad, a mentira. Estava pronto para ser distribuído nas escolas um material que caracterizava apologia da homossexualidade, assédio moral às crianças e, tudo pensado direitinho, molestamento infantil.

As bombas seriam largadas nas mãos de professores sem qualquer treino ou preparo técnico para lidar com assunto. E tudo para fazer a vontade da “comunidade LGBTTWXYZ”. É a militância, que não foi eleita por ninguém, tomando conta do governo. Essa e outras tantas. Lula se reuniu hoje com sindicalistas para cuidar da reforma política. Quer os “movimentos sociais” na causa. “Movimento social” é o petismo disfarçado de povo.


Pergunto: é do interesse dos leitores, dos internautas, dos ouvintes e dos telespectadores a informação de que Haddad estava falando uma mentira? É do interesse dos brasileiros, em suma, a informação de que o Ministério da Educação entrega uma orientação tão importante quanto essa a “curiosos” e “militantes”, que não são especialistas em educação?

Por que os editores estão escondendo essa informação do seu público? Medo da patrulha LGBTTXYZ, ou essa patrulha já assumiu a edição?

Por Reinaldo Azevedo




COM QUAL DOS CARAS ABAIXO ESTE BLOGUEIRO OBSCURO SE PARECE?



É normal que quando um internauta passa a gostar de um blog que trate de temas polêmicos, ele crie uma idéia sobre o blogueiro, podendo vê-lo como uma pessoa misteriosa e idealista, o qual luta para marcar presença na internet, se opondo a certas tendências do momento ou as defendendo. Esteja o blogueiro nadando a favor da corrente ou "na contramão da história", o leitor habitual elabora em sua mente um perfil dele, normalmente exagerando na versão elogiosa.

Com qual dos caras abaixo eu me pareço?


O HERÓI BLOGUEIRO

Esse sujeito lutando no coliseu de Roma se chama general Maximus, herói do filme GLADIADOR. Quantos não sentem admiração por um alguém tão corajoso e determinado, que encara todos os desafios? Um homem que parece capaz de SOZINHO mudar os rumos da história? Existem blogueiros que se sentem assim, assim como vários internautas - pois é - costumam superestimá-los.



Não nego que existam tipos notáveis postando na blogosfera, mas essa é uma gente bem rara atualmente, um grupo do qual não faço parte. Jamais farão em minha homenagem um vídeo como o postado abaixo:





O ANTI-HERÓI DA BLOGOSFERA





Acima vemos o pirata Jack Sparrow, em um momento nada glorioso. Em vez de encarar esse bando de canibais famintos - é o que o Maximus faria - ele trata é de cair fora, salvar a própria pele. Não está nem aí se uns o acham covarde ou medroso. O fato é que Sparrow conhece as suas limitações, ironiza a si mesmo ... E NÃO QUER SER HERÓICO, POIS NEM TEM VOCAÇÃO PARA TAL. Espera aí !!! Esse sujeito sou eu. O protagonista da série cinematográfica PIRATAS DO CARIBE é o meu "exemplo de vida". Se tudo está perdido, vou me arriscar para quê? Digo o que eu acho necessário e quem quizer que concorde comigo ou não, PRINCIPALMENTE QUANDO EU FALO DE PERUÍBE.









Entendam o propósito desta postagem como quizerem.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

AS ESCOLAS PRECISAM DE SEGURANÇA, NÃO DE KIT GAY







Incrível como certas prioridades estatais são tão bizarras. Se não fossem por pessoas como o Deputado Bolsonaro, e outros brasileiros raros como o sujeito que aparece na foto, essa loucura de propaganda homossexualista em escolas teria ido adiante. Vejam o video abaixo:







terça-feira, 24 de maio de 2011

MR MISTER - BROKEN WINGS (LEGENDADO)







Esses anos oitenta são tão saudosos !!!

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EM REGISTRO / 2011






Já estão abertas as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Registro, para 77 cargos e 219 vagas. As inscrições prosseguem até o dia 12 de junho e devem ser feitas pela internet no site http://www.aptarp.com.br/. O candidato que não possuir acesso próprio à internet poderá usufruir de acesso gratuito para realizar sua inscrição, dirigindo-se ao Centro de Inclusão Digital, na Praça dos Expedicionários, sem número.

O local funciona de segunda a sexta-feira das 8 às 13 horas e das 13h30, ás 17h30 e das 18 às 22 horas e aos sábados e domingos, das 8 às 12h e das 13h30 às 17h30. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá ler e conhecer o edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para o ingresso nos cargos de nível fundamental, fundamental completo, ensino médio completo, ensino técnico e superior.

O edital completo será novamente publicado no Jornal Gazeta de São Paulo, na edição desta quarta-feira (25) e estará nas bancas. O edital completo também poderá ser encontrado no paço Municipal para ser consultado.


Fonte:http://camiloaparecido.blog.terra.com.br/


Comentário: quem disse que eu não tenho proposta para o principal problema peruibense? Olha aí, CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EM REGISTRO. É uma cidade com nível razoável de desenvolvimento, tem um importante hospital, o São João - pois é, Peruíbe está um pouco atrasada na questão - fácil acesso graças a rodovia Régis Bittencourt ... só que não tem praia.

Mas, para que serve a praia, se você está na ociosidade e cansado dos olhares reprovadores de certos parentes? E não se esqueça, amigo internauta desocupado, como o peruibense típico - ou seja, muita gente que te conhece - costuma ter inveja de funcionário público concursado. Dê a volta por cima, E BOTE ESSA PARENTADA CHATA EM SEU LUGAR. Mostre do que é capaz, conseguindo o que eles só invejam.

E daí que é Registro? Fica tão longe assim? Ou é melhor ficarem te jogando na cara que tu és praticamente um vagabundo nesta cidade, embora não goste dessa situação?

Emprego até que tem. Mas peruibense esqueçe que não é árvore para sair daqui e ir atrás.

EVANGÉLICOS DE PERUÍBE: ESCUTEM ESSE HOMEM, O PASTOR DANIEL SAMPAIO












Convido aos evangélicos de Peruíbe que assistam a este vídeo, muito importante, por tratar da PLC 122, projeto de lei que merece ser conhecido e estudado por todos. Atenção para o que querem fazer contra a liberdade de expressão no Brasil.

Evangélicos de Peruíbe, por favor, se informem.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

PERUÍBE E A OPERAÇÃO RIBEIRA





EXÉRCITO BRASILEIRO DESTACA PARTICIPAÇÃO DO HRVR/CONSAÚDE EM EXERCÍCIO MILITAR NA REGIÃO


A 2ª Divisão de Exército realizará entre os dias, 23 a 27 de maio de 2011, o Exercício Anhanguera, Operação Ribeira. Este exercício ocorrerá nos municípios de Registro, Juquiá, Miracatu, Sete Barras, Iguape, Ilha Comprida, Eldorado, Jacupiranga, Pariquera-açú, Peruíbe, Cananéia e Cajati.


Em comunicado enviado à Assessoria de Comunicação do CONSAÚDE (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira), o Chefe de Comunicação Social da 11ª Brigada de Infantaria Leve, Tenente Coronel Borges, comunicou a razão pela escolha do Hospital Regional Vale do Ribeira, no documento intitulado “A Rede de Saúde do Vale do Ribeira em Operações Militares.”


Segue abaixo nota enviada pela 11ª Brigada de Infantaria Leve (Brigada Anhanguera)


A 11ª Brigada de Infantaria Leve realiza, no período de 23 a 27 de maio de 2011, o Exercício de Garantia da Lei e da Ordem ( Exercício Anhaguera – Operação Ribeira) na região dos municípios de Cananéia, Pariquera-Açú, Jacupiranga, Cajati e Eldorado.


No contexto da infraestrutura de saúde do Vale do Ribeira à disposição das tropas do Exército Brasileiro, destaca-se o Hospital Regional do Vale do Ribeira (HRVR/CONSAÚDE), localizado no Município de Pariquera-Açú, no que tange às possibilidades do setor de saúde para o atendimento das necessidades dos militares estacionados na região.


O HRVR, por dispor de estrutura com Centro Cirúrgico, UTI para adultos e médicos das mais diversas especialidades, foi escolhido como unidade de saúde local com prioridade 1 para os casos cuja triagem direcionem a evacuação do paciente com problemas de saúde que inspirem maiores cuidados e/ou procedimentos médicos mais complexos.

Sobre a “Operação Ribeira”


O exercício previsto para a “Operação Ribeira” está contido no Programa de Instrução Militar do Comando de Operações Terrestres do Exército Brasileiro e faz parte do Período de Adestramento Básico de Garantia da Lei e da Ordem, sendo executado na área do Estado de São Paulo, sob coordenação do Comando da 2ª Divisão de Exército.

As principais missões a serem treinadas simulam o patrulhamento ostensivo de ruas e logradouros, abordagem de elementos suspeitos, pontos de bloqueio e controle de veículos, segurança de autoridades, segurança de pontos sensíveis, reintegração de posse, busca e apreensão, escolta de autoridades e comboios, entre outras.


Fontes: Seção de Comunicação Social da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) – 3° Sargento Francielle e Seção de Comunicação Social do Comando da 11 Brigada de Infantaria Leve – Tenente Coronel Borges.



Por Roberto Dezorzi



Fonte: http://camiloaparecido.blog.terra.com.br/



Comentário: considero significativo o fato do exército, nesse importante exercício militar, considere Peruíbe como parte de uma respectiva região, a qual a mídia não a associa. É uma simples questão de geografia, que devia ser levada mais em conta para o nosso próprio desenvolvimento.



domingo, 22 de maio de 2011

O ÚLTIMO QUE ABANDONAR PERUÍBE, QUE APAGUE A LUZ



"Aqui teremos a Americanas e mais uma mega-unidade dos chineses do Compre Fácil na esquina da Pe. Anchieta com Rua José Inácio Alves, última esquina do calçadão. Comemoramos migalhas, enquanto o bolo fica de fora.

Quem acompanha o noticiário local, que estufa o peito para informar possíveis vindas de grandes empresas, sabe o quanto de grandes redes que "pensaram melhor" e desistiram de naufragar aqui: Carrefour, Habibs, Marabraz, Ponto Frio, Magazine Luiza, HSBC, Renner, 5aSec, Casa do Pão de Queijo, sem falar nas lendárias indústrias não poluentes que estariam fazendo fila para se instalarem num matagal da Est. São José.

O que mais espanta é que cidades muito menores do nosso interior paulista contam com dezenas de estabelecimentos de grandes redes, shopping center, o triplo de agências bancárias, e ainda realizam shows, eventos, peças de teatro e feiras somente com interesse e patrocínio da iniciativa privada.

Tudo isso nos denuncia o quanto nossa "economia" é fraca. Podemos chegar a 100.000 habitantes, mas veremos lugares de 20.000 muito mais prósperos, principalmente enquanto a miséria for mais da metade de nossos habitantes. Sem educação, sem capacitação, sem emprego e sem renda."


Esse texto é uma colaboração do GPORTUGA, que se eu não me engano, é o Marcelo português, visitante costumeiro do blog.

O fato é que eu sou cético quanto a chegarmos a 100.000 habitantes desse jeito. Tudo parece ser feito para que em um futuro próximo a migração para fora de Peruíbe+mortalidade supere a natalidade+migração para dentro de Peruíbe. Para quem não entendeu: REDUÇÃO POPULACIONAL NESTA CIDADE.

O ÚLTIMO QUE SAIR APAGUE A LUZ.

A GRANDIOSA MARCHA PARA JESUS EM CURITIBA 2011









Evangélicos protestam contra 'kit gay' e criminalização da homofobia
Marcha para Jesus reuniu aproximadamente 50 mil pessoas na cidade de Curitiba



Organizada por cerca de 600 igrejas evangélicas, a Marcha para Jesus reuniu aproximadamente 50 mil pessoas neste sábado (21) em Curitiba.

A multidão percorreu ruas do centro da cidade e se concentrou numa praça do bairro Centro Cívico, onde há shows programados até as 18h de hoje.

Além de confraternizar, os participantes do evento aproveitaram a oportunidade para defender bandeiras evangélicas, protestando contra a legalização da maconha e a distribuição de um kit anti-homofobia (chamado pelos evangélicos de "kit gay") pelo governo federal.

Os manifestantes também realizaram abaixo-assinado contra o kit e o projeto de lei que criminaliza a homofobia.

"Estamos manifestando nosso apoio à família, aos valores da família", diz o pastor Cirino Ferro, bispo da igreja Sara Nossa Terra e presidente do Comep (Conselho de Ministros Evangélicos do Paraná).

O PLC 122, que criminaliza a homofobia, está em tramitação no Senado e é chamado, no meio evangélico, de "lei da mordaça". Para Ferro, ele "pune o livre pensamento que é garantido pela Constituição" e impede os pastores de defenderem o sistema bíblico de família.

Quanto ao kit anti-homofobia, cuja distribuição em escolas públicas ainda está sendo estudada pelo MEC (Ministério da Educação), o pastor afirma que é "outra imposição que chega sem consultas prévias à sociedade, induzindo nossos filhos a aderir a coisas com as quais não concordamos".

Já os protestos contra a legalização da maconha eram motivados principalmente pela realização da Marcha da Maconha no país --em Curitiba, ela deveria ocorrer neste domingo, mas foi proibida por decisão da Justiça.


Fonte: http://180graus.com/geral

sábado, 21 de maio de 2011

SERÁ QUE ITANHAÉM DEIXARÁ ALGUMAS MIGALHAS PARA PERUÍBE?







Em seis anos, Itanhaém recebeu 1.592 novas empresas
De A Tribuna On-line

Os setores do comércio e prestação de serviços registraram o melhor desempenho nos últimos seis anos em Itanhaém.

Durante o ano de 2010 foram autorizados 396 alvarás de funcionamento para estabelecimentos, contra os 302 de 2005 (crescimento de 23%, comparando os dois anos), que até então tinha o maior volume do setor no período.

Em relação a 2009, o crescimento foi maior. Foram abertas 244 solicitações contra as 396 do ano seguinte, ou seja, 152 empresas a mais (38,38%). Totalizando com o movimento parcial de 2011 (até a primeira quinzena de maio), o número de empresas instaladas na Cidade no período foi de 1.592.

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de janeiro de 2005 a dezembro de 2010, surgiram 21.007 novos postos de trabalho. E o saldo foi positivo: 2.375 empregos formais na Cidade.

Considerando o resultado entre trabalhadores admitidos e desligados, o saldo foi positivo em 2.605 empregos formais a mais na Cidade durante a década. O setor de serviços foi o que mais gerou empregos em Itanhaém, com 10.479 postos de trabalhos criados e saldo positivo de 1.304. O comércio também teve grande crescimento, com 8.892 empregos formais e saldo positivo de 1.022 no ano.

Não por acaso, três redes de franquias confirmaram a instalação de lojas em Itanhaém: o Habib´s, que está construindo um prédio na Avenida Rui Barbosa; o Giraffas, que deverá ser aberta na Praça Carlos Botelho, ambas no Centro Histórico; e a franquia McDonalds confirmou que irá implantar mais uma unidade, na avenida marginal da Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, em frente ao posto da Polícia Rodoviária.

Anteriormente já haviam se instalado em Itanhaém grandes redes de franquias, como a Lojas Cem, Kallan, Casas Bahia, Grupo Pão de Açúcar, O Boticário, Cacau Show, Hering e Óticas Carol, entre outras.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Francisco Garzon, disse que a Prefeitura irá concluir até o final de junho um mapeamento do comércio por atividade, para nortear os futuros empreendimentos que forem se instalar.

“Vamos mostrar a situação por bairro, para que o empreendedor possa avaliar qual segmento irá optar para investir”. O levantamento está sendo preparado pelo fiscal de posturas Marcelo de Oliveira Albuquerque, com o apoio da equipe da secretaria.

Para o prefeito João Carlos Forssell, o interesse por Itanhaém é reflexo dos investimentos que foram realizados e os que já foram anunciados pelo Poder Público. “Somente neste ano de 2011 foram projetados R$ 200 milhões dentro do Plano de Ação de Itanhaém (PAI), considerando recursos dos poderes federal, estadual e municipal. Desse total, já foram entregues mais de R$ 30 milhões em obras”.

Além disso, lembra o chefe do Executivo, houve o incremento das atividades relacionadas ao pré-sal, com a instalação de uma base da Petrobras no Aeroporto Regional Dr. Antonio Ribeiro Nogueira Júnior. A estatal já confirmou a construção de um terminal de passageiros no local, que também desperta o interesse de linhas aéreas para vôos regionais.



Fonte: http://www.atribuna.com.br/





Comentário: este tópico existe graças a colaboração de um habitual visitante deste blog. Itanhaém passa por um ciclo de desenvolvimento que também pode ser visto em Praia Grande e até mesmo em Mongaguá. Mas e aqui? Ah, teremos em breve uma filial das LOJAS AMERICANAS. E o que mais? Cadê a avalanche de empresas, que inclusive compensariam o fim do projeto PORTO BRASIL?



Quem for comparar, verá que Peruíbe está em uma baita desvantagem. Somos o ÚLTIMO MUNICÍPIO DA BAIXADA SANTISTA, não apenas no sentido geográfico, mas de desenvolvimento. Sei que a prefeitura de Mongaguá tem um crescente número de peruibenses como funcionários públicos CONCURSADOS. Do jeito que vai, Peruíbe vai virar cidade dormitório da CIDADE SORRISO, depois de se tornar muito dependente de Itanhaém, é claro.



quinta-feira, 19 de maio de 2011

O DEPUTADO JEAN WYLLIS DO PSOL E O POVO BRASILEIRO IGNORANTE










Peço apenas que prestem atenção ao que diz o deputado e ex-BBB Jean Wyllis. Ele explicou como pensa a turma do PSOL. Se o povo discorda das idéias maravilhosas desse partido, melhor evitar plebiscitos, pois seus resultados podem contrariar o que os companheiros socialistas querem impor a este país.




Se depender do PSOL, temas como o aborto e casamento gay - defendidos por esse partido - JAMAIS SERÃO SUBMETIDOS A PLEBISCITOS.




PLC 122 então, nem pensar.




terça-feira, 17 de maio de 2011

O REAL OBJETIVO DO KIT GAY NAS ESCOLAS



Em vez de futebol heteronormativo, os meninos brincarão de "Kens" na banheira. Bonecos para jardim II...





Bonecas adequadas à pré-escola não-heteronormativa: Barbie com Barbie






Então… Aí o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), com aquele seu estilo muito característico, diz que a militância gay quer ensinar “gayzismo” para as crianças, e os progressistas ficam todos arrepiados, acusando-o de “reducionista”, “reacionário”, sei lá o quê. Nota à margem: militante gay é tão sinônimo de “homossexual” quanto um sindicalista da CUT é sinônimo de trabalhador, e chefão do MST, de homem do campo. Entenderam?


A Folha de hoje traz um artigo espantoso, escrito por um certo “Leandro Colling”, identificado como “professor da Universidade Federal da Bahia, presidente da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura e membro do Conselho Nacional LGBT”. Será professor de quê?

Leandro deixa claro o seu propósito: ele não quer apenas a afirmação das “identidades” sexuais “LGBTTs”, WXYZ, XPTO… Nada disso! Ele também quer “problematizar” as demais identidades, compreenderam? Em particular, seu texto deixa claro, ele quer “problematizar a heterossexualidade” para discutir a “heteronormatividade”. Ele acha que os heterossexuais vivem na “zona de conforto”. Certo! Leandro é do tipo que acredita que ninguém pode estar em paz com a sua sexualidade, especialmente se for hétero… Santo Deus!

Numa manifestação de rara estupidez, fornecendo munição, inclusive, para a homofobia, escreve, contrariado a hitória, a psicanálise, a psicologia, a biologia, a sociologia, a Lei da Evolução…
“Ela [heterossexualidade] é a única orientação que todos devem ter. E nós não temos possibilidade de escolha, pois a heterossexualidade é compulsória. Desde o momento da identificação do sexo do feto, ainda na barriga da mãe, todas as normas sexuais e de gêneros passam a operar sobre o futuro bebê. Ao menor sinal de que a criança não segue as normas, os responsáveis por vigiar os padrões que construímos historicamente, em especial a partir do final do século 18, agem com violência verbal e/ou física. A violência homofóbica sofrida por LGBTTTs é a prova de que a heterossexualidade não é algo normal e/ou natural. Se assim o fosse, todos seríamos heterossexuais. Mas, como a vida nos mostra, nem todos seguem as normas.”

Se bem entendi, as grávidas também terão de ser vigiadas. Tão logo o ultrassom aponte o sexo do bebê, os pais dos meninos comprarão roupinha cor-de-rosa para contestar a “heteronormatividade”, e os das meninas, azul. Assim que o Júnior nascer (o nome será proibido), ganha uma boneca, que não será “heteronormativa” nem “louronormativa”. Que tal uma cafuza ou mameluca, vestida com as roupas do Ken? Num raciocínio de rara delinqüência intelectual, ele conclui que, se a heterossexualidade fosse normal e/ou natural, não haveria homossexuais… E ele é professor universitário!!! É… Nas outras espécies animais, não se debate outra coisa: como acabar com a heteronormatividade dos cães, dos golfinhos, dos gatos e dos pica-paus…



Kit gay
É o militante quem confessa, com todas as letras, qual é o objetivo do kit gay preparado pelo MEC:
“Precisamos desenvolver, simultaneamente, estratégias que lidam mais diretamente com o campo da cultura, a exemplo de ações nas escolas, na mídia e nas artes.
O projeto Escola sem Homofobia, assim, não correria o risco de apenas interessar a professores/as e alunos/as LGBTTTs.”

Entenderam? O kit gay é mesmo para patrulhar as crianças que correm “o risco” de cair na “heternormatividade”… A “vitória” no STF foi só o primeiro passo. O segundo é aprovar a chamada lei que criminaliza a homofobia, fazendo da “questão de gênero” um tema de polícia. E a terceira é levar o proselitismo “homoafetivo” para as escolas. Colling esclarece, e devemos confiar no que ele diz porque é militante da causa: não é para provar que todos somos iguais perante a lei: é para tirar os heterossexuais da “zona do conforto”. Como poderia dizer o ministro Ayres Britto, ele acha que os héteros ainda não pensaram suficientemente o seu “regalo”, o seu “bônus”, o seu “plus a mais”…


Agora estou entendendo melhor aquele livro aprovado pelo MEC! A língua portuguesa considerada culta é a heteronormatividade da gramática. O próximo passo é acabar com a aritmético-normatividade, a geométrico-normatividade e a científico-normatividade.


Está tudo aí, senhores parlamentares! Decidam!


Segue o artigo

Por favor, comentem com o bom senso e a sabedoria que faltam ao tal Colling. O problema desse rapaz não é ser gay, é óbvio! Seu problema é ser, antes de qualquer outra coisa, muito pouco inteligente e muito pouco informado a respeito das coisas sobre as quais escreve. Em outros tempos, consideraria espantoso o fato de ele ser professor universitário. Hoje em dia, acho até muito explicável.


*

O Dia de Combate à Homofobia, 17 de maio, é uma boa data para repensarmos as estratégias que utilizamos para desconstruir os argumentos dos homofóbicos.
As políticas de afirmação identitária, utilizadas para atacar as opressões contra LGBTTTs (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros), negros e mulheres, para citar apenas alguns grupos, surtiram efeito e por causa delas podemos comemorar algumas conquistas. Mas, ao mesmo tempo, essas políticas são limitadas em alguns aspectos.
Além de afirmar as identidades dos segmentos que representamos, também precisamos problematizar as demais identidades. Por exemplo: LGBTTTs podem, se assim desejarem, problematizar a identidade dos heterossexuais, demonstrando o quanto ela também é uma construção, ou melhor, uma imposição sobre todos.
Assim, em vez de pensarmos que as nossas identidades são naturais, no sentido de que nascemos com elas, iremos verificar que nenhuma identidade é natural, que todos resultamos de construções culturais.
Dessa maneira, a “comunidade” LGBTTT passaria a falar não apenas de si e para si, mas interpelaria mais os heterossexuais, que vivem numa zona de conforto em relação às suas identidades sexuais e de gêneros (aliás, bem diversas entre si).
Para boa parte dos heterossexuais, apenas LGBTTTs têm uma sexualidade construída e problemática, e o que eles/as dizem não tem nada a ver com as suas vidas.
É a inversão dessa lógica que falta fazermos para chamar os heterossexuais para o debate, para que eles percebam que não são tão normais quanto dizem ser.
Ou seja: para combater a homofobia, precisamos denunciar o quanto a heterossexualidade não é uma entre as possíveis orientações sexuais que uma pessoa pode ter.
Ela é a única orientação que todos devem ter. E nós não temos possibilidade de escolha, pois a heterossexualidade é compulsória.
Desde o momento da identificação do sexo do feto, ainda na barriga da mãe, todas as normas sexuais e de gêneros passam a operar sobre o futuro bebê. Ao menor sinal de que a criança não segue as normas, os responsáveis por vigiar os padrões que construímos historicamente, em especial a partir do final do século 18, agem com violência verbal e/ou física.
A violência homofóbica sofrida por LGBTTTs é a prova de que a heterossexualidade não é algo normal e/ou natural. Se assim o fosse, todos seríamos heterossexuais. Mas, como a vida nos mostra, nem todos seguem as normas.
Para executar estratégias políticas que denunciem o quanto a heterossexualidade é compulsória, e de como ela produziu a heteronormatividade (que incide também sobre LGBTTTs que, mesmo não tendo práticas sexuais heterossexuais, se comportam como e aspiram o modelo de vida heterossexual), não podemos apostar apenas em marcos legais e institucionais.
Precisamos desenvolver, simultaneamente, estratégias que lidam mais diretamente com o campo da cultura, a exemplo de ações nas escolas, na mídia e nas artes.
O projeto Escola sem Homofobia, assim, não correria o risco de apenas interessar a professores/as e alunos/as LGBTTTs. Nesse processo, comunicadores e artistas também poderiam servir como excelentes sensibilizadores para que tenhamos uma sociedade que realmente respeita a diversidade. E a festeja como uma das grandes riquezas da humanidade.

Por Reinaldo Azevedo

segunda-feira, 16 de maio de 2011

TERREMOTO PERTO DE FERNANDO DE NORONHA



Tremor alcançou 6 graus na Escala Richter, mas risco de tsunami foi descartado


Brasília (Abr) - Um tremor de terra de 6 graus na Escala Richter foi registrado a 878 quilômetros do Arquipélago de Fernando de Noronha. De acordo com o Centro Nacional de Informações sobre Terremotos, nos Estados Unidos, o abalo ocorreu às 10h08 (horário de Brasília) a 415 quilômetros do arquipélago de São Pedro e São Paulo e a 1.276 quilômetros de Natal (RN).

O tremor teve epicentro a 10 quilômetros (km) abaixo do fundo do mar. Apesar de a profundidade da água ser de 4 mil metros na região, o professor George Sand França, do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), descarta o risco de tsunami por causa das características da área onde ocorreu o abalo e da magnitude do terremoto.

Segundo ele, um tsunami só pode ser provocado por abalos acima de 7 graus na Escala Richter e em falhas geológicas, quando duas placas tectônicas se encontram e uma é empurrada para baixo da outra. "No meio do Oceano Atlântico ocorre exatamente o contrário. As placas do continente americano e da África estão se separando. Então, as chances de tsunami são remotas", explicou.

De acordo com França, a região do abalo é marcada por dois tipos de movimentos sismológicos: a separação dos continentes e o deslocamento paralelo das placas. "O terremoto de hoje foi provocado por esse movimento paralelo. É como se uma placa tivesse raspado na outra, sem consequências mais sérias".













Fonte: http://www.jornalonorte.com.br/



Comentário: estranho que um evento desse nível esteja sendo ignorado pela maior parte da mídia. Esse comportamento demonstra temor. Algo de bem grave está ocorrendo, mas farão questão de minimizar.

E quem quizer, que acredite na impossibilidade de tsunamis no litoral brasileiro. Está piorando. Lembram do tremor no litoral paulista?




domingo, 15 de maio de 2011

SADE - NO ORDINARY LOVE

















Nesta fria noite de outono em Peruíbe, me sinto motivado em postar duas canções da cantora nigeriana Sade. Mulher de bela voz e belas canções - e muito bonita também - sua visão é uma luz para iluminar este blog pessimista.




sábado, 14 de maio de 2011

PEÇO A TODO PERUIBENSE QUE PRETENDE MIGRAR, QUE EVITE VOTAR AQUI EM 2012






Caso você já esteja de mudança para algum município onde ganhar a vida seja menos difícil, peço que depois que estiver estabelecido, cuide de TRANSFERIR O SEU TÍTULO DE ELEITOR.








Hora, se você realmente ama esta cidade, demonstre esse amor sendo responsável com o seu voto. Senta que lá vem história:








Em 2010, um peruibense jovem, com uns trinta anos, cansou de ficar coçando nesta terra, pulando de bico em bico para ganhar uns trocados, e se mudou de mala e cuia para a catarinense JARAGUÁ DO SUL !!! Como já tinha um parente por lá, foi fácil se instalar. Aliás, foi esse parente que lhe arrumou emprego em uma fábrica de fogões.








No começo achou a nova terra estranha. Clima mais frio, falta de praias, cultura musical diferente, a sisma dos nativos em achar que ele costumava falar "rapidinho", e outras coisinhas. Ele se adaptou e se sentiu LIVRE.








Sim, verdadeiramente livre. Nada mais de mendigar por um emprego comissionado na prefeitura, de procurar "ficar de bem com todo mundo", o que só é possível na cabeça dos peruibenses mais subservientes do que a média local, de se preocupar com a porcaria da temporada, e outras regras que ficaram para trás na velha vida. Ele entendeu que vinha de uma cidade cheia de gente oprimida e podia se dizer liberto.








Mas as saudades sempre batem, Peruba está agora distante, e algumas visitas são feitas a cada ano. Em 2012, uma das visitas desse migrante foi agendada para um fim-de-semana em que ocorrerão as eleições municipais. Aí ele vai aproveitar para visitar os familiares e votar...EITA, ESPERE AÍ? EU DISSE VOTAR? ESSE IRRESPONSÁVEL VAI FAZER ISSO?








Quer dizer, ele se mudou a uns dois anos, até arrumou mulher em Jaraguá - que o sujeito irá aproveitar para apresentar para os pais - e vai VOTAR? EM QUEM, ESSE MANÉ? ELE NÃO MORA MAIS AQUI !!! Se mudou, CARAMBA !!!








Esqueceu de transferir o seu título, MAS VAI VOTAR AQUI. Quer "ajudar a cidade", votando em um "velho conhecido", que deu cestas básicas para a família no tempo das vacas magras. Ignora ao máximo o que esse fulano tem feito na política, só sabe no dia da eleição o partido do sujeito, mas pretende votar nele.








Caso você, amigo internauta, tenha se identificado com o personagem sem nome que migrou, vem visitar familiares e já aproveita para votar, peço para que não faça essa BURRADA !!! É assim que pretende ajudar esta cidade? E daí que esse fulano lhes deu cestas básicas nos tempos difíceis? Isso o torna um bom vereador? E o que ele tem feito de útil pela cidade?




Francamente, não é assim que Peruíbe será uma cidade melhor. Mesmo tendo migrado, tem peruibense que continua, desavergonhadamente, a vender o seu voto. Cara, deixa disso, desencana, ESQUEÇA QUE OS POLÍTICOS DAQUI JÁ EXISTIRAM NA TUA VIDA. Eles não são mais nada para ti, que está bem melhor agora. Os tempos em que você era um cachorro para o qual os políticos só deixavam os ossos acabaram.




Ajude Peruíbe cortando de vez os seus vínculos a essa gente. Não deve nada a eles.






ITANHAÉM PODE RECEBER VOOS EM SEIS MESES






Rejane Lima / SANTOS - O Estado de S.Paulo


O aeroporto de Itanhaém, na Baixada Santista, poderá receber voos regionais em seis meses. Administrado pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), o Aeroporto Regional Doutor Antônio Ribeiro Nogueira Júnior precisa passar por pequenas adequações - como a aquisição de um aparelho de raio X - para estar pronto para começar a receber voos comerciais. "A ideia inicial é integrar a região à chamada "rota do petróleo", com voos para Rio, Macaé, Campos, Navegantes e Vitória", disse o prefeito de Itanhaém, João Carlos Forssell (PSDB).


Segundo Forssell, que se reuniu com representantes das empresas Trip e Passaredo, da Associação Brasileira das Empresas de Transporte Aéreo (Abetar), do Daesp e do 4.º Comando Aéreo Regional da Aeronáutica, a pista já é adequada para os turboélices da ATR, aeronaves usadas pela Trip.

"Para os jatos da Passaredo pousarem aqui, precisaria instalar equipamentos de voo adicionais. Mas o investimento não é nada exorbitante. Calculo que sejam recursos na ordem de R$ 5 milhões", disse o prefeito, que acredita que o primeiro voo da Trip em Itanhaém deve ser feito em 180 dias. O Daesp informou que vai recapear as pistas em concorrência pública que será aberta no dia 31. O valor estimado da obra é R$ 2,3 milhões.


Fonte:http://www.estadao.com.br/


Comentário: nossa vizinha Itanhaém terá um salto de crescimento notável. Restará a Peruíbe a criação de uma estratégia que permita colher algum benefício de estar até que próximo desse aeroporto.

Depois do fim do projeto PORTO BRASIL, brigar pelas migalhas que forem caindo da mesa dos itanhaenses me parece inevitável. Quem sabe conseguiremos alguns turistas que gostam de voar, alguns que nunca tomaram conhecimento deste nosso "pedaço do paraíso", e que gastarão seus trocados por aqui.

E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO, SENADORA DO PSOL?



Nesta postagem, reproduzo partes do panfleto que o Deputado federal Bolsonaro está distribuindo, para denunciar o KIT-GAY. Os críticos dele dizem que esse panfleto é criminoso. Só se criminalizaram a liberdade de expressão.










O panfleto possui a transcrição de palavras de defensores do KIT-GAY, como a que trata do fútil debate sobre a "profundidade do beijo lésbico", em um vídeo. Isso não se pode denunciar. Viram no que o MEC está torrando o dinheiro dos seus impostos? Sim, Bolsonaro está sendo terrível, como é que pode, falar disso para o público?













Tem gente que não tolera o oposto, mas diz que o outro que é autoritário, tirano e por aí vai. Vejam o comportamento da senadora do PSOL, senhora Marinor Brito, e concluam o tipo de sociedade que a PLC 122 imporá ao Brasil. Estão preparados?















segunda-feira, 9 de maio de 2011

COM O FIM DO PROJETO PORTO BRASIL, O QUE FARÃO VÁRIOS PERUIBENSES DESEMPREGADOS E DESILUDIDOS?


Eu mesmo respondo: farão apenas o que tantos outros já fizeram, ou seja, cairão fora. Tem uma minoria ínfima que comemora a "vitória", que foi mais da metrópole santista, cujo porto não terá concorrência. A relação colonialista SANTOS x PERUÍBE é tremendamente desigual, e ainda tem gente que acha que lucramos muito participando dessa RMBS. O Vale do Ribeira nos apoiava na questão Porto Brasil. Já os nossos vizinhos da baixada e Santos (pois é, Santos)...bem, quem quizer simplificar essa história como um romântico conflito de caráter indígena e ecológico, que fique á vontade, mas está se enganando.





E onde estão as PROPOSTAS ALTERNATIVAS ao PORTO BRASIL? Cadê elas? Onde estão as pessoas que divulgarão essas idéias, e que as colocarão em prática? E agora?





Bem, eu tenho a minha proposta para redução dos nossos problemas sociais, que já mencionei em outra postagem: migração em massa. Está desempregado, cara? Cai fora. Ou acha que alguma ONG vai resolver o teu drama? É, você pode aguardar, esperar a ação de uma certa parcela mais, como eu posso dizer, sensível da nossa sociedade, parcela que sempre afirmou conhecer outras soluções para o nosso desenvolvimento. É, pode esperar, mas fique deitado QUE SENTADO CANSA. Ou planeje sua partida para alguma outra terra.





"Mas blogueiro, eu gosto muito de Peruíbe, eu amo isto aqui". E DAÍ? E ENTÃO? Esse amor PAGA AS SUAS CONTAS, peruibense desempregado? Te proteje das humilhações? Uns convencidos te tratam como lixo, mas você acha que esse "amor" compensa todo seu sofrimento? Ah, tá. Esse "amor" está te beneficiando tanto quanto o discurso de um antiporto, ou seja, NADA.





Enquanto tu pensas nas palavras deste blogueiro que segundo alguns, detona com a própria cidade, posto dois videos de empresas de ônibus. Vai que você decida se mudar para longe e não tem carro? Já viajei nesses abaixo. Assista e reflita no seu futuro:



















PAIS E MÃES DE PERUÍBE: VOCÊS QUEREM QUE SEUS FILHOS ASSISTAM A ISSO?















Esse é apenas um dos vídeos do KIT GAY DO MEC. Pais e mães de Peruíbe, vejam e concluam se seus filhos devem ou não devem assistir a isso.



domingo, 8 de maio de 2011

FIM PARA O PROJETO DO PORTO BRASIL EM PERUÍBE. MEU MUITO OBRIGADO AO GOVERNO FEDERAL



No Diário oficial da União, do último dia 26 de abril, foi publicado que o Ministro da justiça, senhor José Eduardo Cardoso, declarou que aquela que era a nossa "última fronteira", nossa "terra prometida", a vasta TANINGUÁ, passa a ser TERRA INDÍGENA, dando aos índios que atualmente lá vivem a posse permanente de uma área de 2.795 hectares. Tal decisão significa na prática o fim do projeto do PORTO BRASIL em Peruíbe.


Agradeço ao governo Federal, pois está aí uma ótima oportunidade para que todos aqueles, que sempre disseram que era possível traçar outros rumos para o desenvolvimento peruibense, sem um investimento de grande porte como esse, possam demonstrar na prática o que sugerem.


Peço que essas pessoas sejam convidadas a participar de um grande debate público, LÁ NO CENTRO DE CONVENÇÕES, no qual elas possam expor as idéias que levarão Peruíbe para frente. Se sempre disseram que aquilo - o Porto Brasil - jamais seria benéfico, devem saber o que é bom para nós, dizendo o que deve ser feito. São nossos luminares, nossos faróis para um mundo melhor. Essa turma merece ser ouvida.

E eu também tenho uma sugestão para redução dos nossos problemas sociais. É bem prática e está no link abaixo. Já é popular entre muitos peruibenses e vai ficar ainda mais popular. Vejam só:

http://peruibenastrevas.blogspot.com/2011/02/mudar-peruibe-ou-mudar-de-peruibe.html

Acho que na rodoviária muitas despedidas chorosas ocorrerão mais adiante. Mas tudo bem, os que tem renda garantida terão uma cidade melhor, menos povoada, um paraíso para um número reduzido de privilegiados. Proibindo todo grande investimento por aqui, os jovens vão ter que "ganhar o mundo", o que é claro, será benéfico para a ecologia.

POSTAGENS ANÔNIMAS PROIBIDAS POR UNS TEMPOS



Infelizmente vou ter que tirar as postagens anônimas por uns tempos, pois uns infelizes insistem em postar bobagens, coisas com as quais estou absolutamente contra. Existe gente que não sabe aproveitar um espaço democrático, e tenho que criar limites para que não venham aqui escrever mais porcarias.


MAIS UM POUCO DE SOCIALISMO EM PERUÍBE, E EU PARTO PARA O "OESTE"









Curioso que nas críticas ao poder municipal, se evita dizer que Peruíbe tem um governo cujo partido se define como "socialista". Talvez isso se deva ao fato de que muitos dos críticos querem um futuro ainda mais SOCIALISTA para Peruíbe. Cuidado com as escolhas, minha gente, ou não serei só eu que irei preferir o "oeste".

Ah, sim: neste caso o "oeste" está no sentido figurado. Neste mundão de Deus não faltam locais melhores para se viver do que Peruíbe, seja no sul, no norte, noroeste....entenderam?

CARO ELEITOR DE PERUÍBE: DÁ PARA SER MENOS "MAOÍSTA" EM 2012?



"Numa ditadura como a de Mao, na qual se retinha e se inventava informação, era muito difícil as pessoas comuns confiarem na própria experiência ou conhecimento. Para não falar que agora enfrentavam uma maré nacional de fervor, que prometia esmagar qualquer sobriedade individual. era fácil começar a ignorar a realidade e simplesmente acreditar em Mao. Seguir o frenesi era de longe o curso mais simples. Parar, pensar e mostrar-se circunspecto era uma atitude que só trazia problemas."


Pág 280 do livro Cisnes Selvagens.





Para o eleitorado peruibense, é fácil IGNORAR A REALIDADE e simplesmente acreditar no candidato que prometer o céu. E o fervor "municipalista"? A falta de educação de pessoas que nem suportam escutar que alguns não estão interessados em votar no "salvador" do momento? Cada eleição municipal aqui é insuportável. Certos munícipes não se limitam a votar naquele que "vai ganhar". Querem que os demais votem também na pessoa que segundo eles irá tirar esta cidade das trevas.



É normal esses tipos medíocres recorrerem a bobagens do tipo "você vai jogar seu voto fora?", com um discurso bisonho que não resiste a uma análise de fundo. Falam de promessas como se fossem fatos concretos. Basta analizar como Peruíbe foi governada nesta última década, e ver o quanto as promessas estão distantes do que foi feito. Bastou o peruibense médio acreditar em uma promessa bonita e pronto: ele tem certeza que ela será aplicada na prática, e que os demais tem de acreditar também.



Vou ser simpático: isso é comportamento de MAOÍSTA. Ficou curioso? Estude sobre Mao e o comportamento dos seus seguidores.

sábado, 7 de maio de 2011

EMPREGA SÃO PAULO - VAGAS EM PERUÍBE MAIO/2011




O Emprega São Paulo, sistema de intermediação de mão de obra do governo de São Paulo, tem vagas para Peruíbe, neste início de maio. Vejam o link abaixo, que ainda possui ofertas de emprego de cidades da baixada:

http://estaticog1.globo.com/2011/05/03/VagasSP/BAIXADASANTISTA.pdf


Corre que ainda dá tempo !!!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

POVO DE PERUÍBE, CUIDADO COM A DROGA OXI








Se essa desgraça já chegou até a famigerada Cracolândia, atingirá o litoral paulista, se já não chegou. Que as nossas autoridades se mobilizem e orientem a população, o mais breve possível.

INADINPLÊNCIA NA COMPRA DE MOTOS CRESCE NO NORDESTE







AE - Agencia Estado
SÃO PAULO - O sinal amarelo da inadimplência começou a piscar para os consumidores de menor renda que parcelaram a compra de motocicletas, especialmente no Nordeste do País. É exatamente esse estrato da população, com renda mensal entre dois e três salários mínimos (de R$ 1.090 a R$ 1.635), o mais afetado pela disparada da inflação dos alimentos dos últimos meses.


Entre janeiro e março deste ano, o atraso no pagamento da prestação aumentou um ponto porcentual acima do comportamento normal da inadimplência para o período, revela uma pesquisa feita pelo Instituto de Gestão de Excelência Operacional em Cobrança (Geoc). Os números se referem às prestações de motos atrasadas entre 31 dias e 181 dias após a data do vencimento da parcela. Os dados foram coletados entre as 18 empresas de cobrança que fazem parte da entidade e respondem por cerca de 60% do mercado de recuperação de créditos em atraso nos segmentos de motos e veículos.

O superintendente do Instituto Geoc e responsável pela pesquisa, João Paulo de Mattos, observa que comportamento semelhante da inadimplência de motos foi registrado no mesmo período na região Norte e em São Paulo. Já no Centro-Oeste, o acréscimo da inadimplência foi um pouco menor, cerca de meio ponto porcentual acima da sazonalidade do período. Na região Sul, ficou estável. "A inadimplência está crescendo, mas não é nada alarmante", pondera.

O aumento da inadimplência de motos é destacado pelo dono da empresa de cobrança Central de Serviços dos Empresários do Ceará (Cesec), Irã Leão Duarte, que tem forte atuação no Nordeste na renegociação de financiamentos em atraso de motos de grandes bancos e financeiras. Segundo o executivo, a taxa de calote foi maior nos atrasos entre 11 dias e 360 dias. Em janeiro, a inadimplência para essa faixa de atraso estava em 15,42% e, em março, ela subiu para 18,38%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Fonte: http://economia.estadao.com.br/


Comentário: isso não é um bom sinal. Fica claro que uma certa parcela da população está exagerando em seu nível de consumo. Muitas dessas pessoas realmente acreditam que viraram CLASSE MÉDIA. A preferência por motos nesse grupo social se deve ao fato de que os custos são muito menores do que comprar automóveis. Valor das prestações, manutenção, combustível, IPVA, tudo é mais difícil para o proprietário de um carro. Aí muitas dessas pessoas, ajudadas pela facilidade de crédito, buscam motos e descuidam dos gastos.

De fato, não é um bom sinal, já que o governo Dilma tem nesses consumidores, um fortíssimo eleitorado. Ah, antes que eu me esqueça:

De acordo com dados do último censo do IBGE, 60,7% dos domicílios brasileiros têm renda per capita de até 1 salário mínimo, mas 9,2% deles vivem com renda per capita inferior a 25% do salário mínimo, o que dá R$136,25 por mês. Na outra ponta, apenas (pois é) 5,1% dos domicílios registram renda de mais de 5 salários mínimos por pessoa. A chamada classe média (domicílios com renda per capita de 1 a 5 salários) não passa de 34,2% da população.

34,2% da população? Uai, cadê a "maioria de classe média" do Brasil governado pelo PT? O que existe, na verdade, são pobres deslumbrados pelo crédito mais fácil, isso sim. E os resultados virão. Parece que a Dilma vai conhecer na prática o que é ser impopular.



quinta-feira, 5 de maio de 2011

OSAMA BIN LADEN FOI DESSA PARA A PIOR






Lhe resta agora queimar os chifres lá no mármore do inferno.



A PRÓXIMA ONDA DE TERROR DA AL QAEDA - POR DANIEL GREENFIELD

A morte de Osama bin Laden é importante apenas por sua mensagem simbólica, porque bin Laden há muito havia deixado de ser uma figura de alguma importância operacional e se tornado um símbolo da jihad. Como 'mártir', ele será tão útil quanto já era. Talvez até mais.


Sua morte não é um ponto final, mas uma vírgula de anti-clímax em uma frase atropelada cuja completa extensão ainda não está clara. Para os americanos, é uma oportunidade para celebrar a morte do homem que se tornou um símbolo do terrorismo islâmico. Para os muçulmanos, ela se traduz em um dia de luto pela morte de um novo Saladino. Não importa o quanto ele esteja morto agora, ele alcançou seu objetivo de se tornar um símbolo da jihad por uma ordem islâmica mundial. E aquela jihad não será enterrada no chão com ele.


Já faz algum tempo que na realidade não combatemos al Qaida de bin Laden. Ao invés disto, combatemos o Talibã, milícias apoiadas pelo Irã e afiliados locais da al Qaida. Qualquer que tenha sido a influência que os recrutas de sua enfraquecida organização conseguiram trazer ao campo de batalha no Afeganistão, ela foi limitada pela centralidade do campo de batalha iraquiano na jihad global. A al Qaida de bin Laden continuou a ser uma ameaça, mas mais como uma inspiração do que como a rede de alcance global que as reportagens da mídia fizeram ela parecer.


Os anos iniciais da Guerra ao Terror haviam cortado suas ligações com suas zonas seguras de operação. A nova onda da jihad vinha de organizações que chamavam a si mesmas de al Qaida, mas tinham seus próprios centros de comando, suas próprias redes de financiamento e suas próprias agendas. Organizações que, como a al Qaida do Iraque, não mais respondiam a bin Laden e nem mesmo ouviam suas críticas. Homens como Zarqawi, cuja sede de sangue faziam até bin Laden parecer um moderado razoável, em comparação.


Enquanto os americanos ainda estão pensando nos termos do 11 de setembro, os próprios terroristas já passaram à próxima fase do terror. A al Qaida pode lançar uma outra operação de longo alcance com vistas a obter destruição em grande escala e baixas em massa, mas o núcleo tático mudou destas operações caras e de longo alcance. Os ataques de 11 de setembro tiveram por objetivo posicionar bin Laden e a al Qaida como a vanguarda do Islam. E eles alcançaram este objetivo. Os únicos que podem tomar isto deles agora são os terroristas xiitas apoiados pelo Irã. E seu foco atualmente é regional.


A próxima fase do terror é a franquia, a criação de um afiliado local para executar contínuos ataques terroristas contra os americanos. "Al Qaida dos Estados Unidos". A prisão do Terrorista de Times Square e do Atirador do Massacre de Fort Hood e outras prisões semelhantes levam de volta ao objetivo de criar a al Qaida dos Estados Unidos, uma rede terrorista baseada em torno de muçulmanos americanos. Até agora não há uma al Qaida dos Estados Unidos do modo que há uma al Qaida do Iraque ou uma al Qaida do Iêmen. Mas isto é só uma questão de tempo.


A fase inicial destas franquias traz ações de terror por "assassinos solitários", recrutados na prisão ou inspirados à distância por vídeos e materiais de recrutamento distribuídos pela internete e através de livrarias islâmicas e mesquitas. Embora seja verdade que eles terão e têm um alto grau de ineficácia, eles servem como exemplos para outros muçulmanos, para abandonarem o materialismo ocidental e assumirem a jihad contra os Estados Unidos. Seus julgamentos se tornam vitrines de propaganda, inspirando outros a seguirem seus passos. (N. do T: veja-se por exemplo o discurso jihadista que Faisal Shazad, o terrorista de Times Square, trouxe já ensaiado na ponta da língua para o anúncio de sua sentença)


A experiência é a melhor mestra. E qualquer terrorista que tenha sucesso na realização de um ataque e escape de ser capturado se torna o centro de uma nova organização terrorista. Quando uma organização cresce, ela se afirma através de ações de terror, reivindicando para si o título de franquia local da al Qaida por meio da pura contagem de corpos. Novos recrutas trazidos por meio de organizações islamistas, testados em seu compromisso com a visão de mundo salafista e arregimentados através de campos de treinamento já localizados nos Estados Unidos serão posicionados para começarem a próxima onda de terror.


A insistência de Obama em julgamentos civis lhes cai como uma luva. Figuras como Faisal Shazad, apesar de seu fracasso, conseguem posar e se pavonear no tribunal como servos devotos de Alá, citam o Corão e juram lealdade à al Qaida, bin Laden e o triunfo final do Islam. Os mártires do Islam conseguem mais um membro do panteão para colocarem em cartazes e Adam Gadahn, também conhecido como Azzam, o americano, ele mesmo filho de um hippie contra-cultural, define com sucesso o Islam como a nova contra-cultura. E se você acha que isto não está funcionanado, ande pelas ruas de um bairro com muitos esquerdistas e conte quantos keffiyahs você vê. Aí imagine quanto tempo vai levar até eles serem substituídos por hijabs.


Com a al Qaida dos Estados Unidos, o objetivo vai para além de matar americanos a fim de impulsionar sua posição, passando a ser matar americanos a fim de islamizar os Estados Unidos. O terrorismo começou como um meio de intimidar uma potência mundial cuja influência cultural e poder militar são superiores à Ummah, mas na fase seguinte o objetivo é aterrorizar a população não-muçulmana para que se torne parte da Ummah.


As táticas muçulmanas não mudaram muito em mais de mil anos, quando Maomé conseguiu aterrorizar os moradores cosmopolitas e multiculturais de Meca e Medina e fazê-los se converterem ao Islam ou aceitarem a dominação muçulmana, tornando-se dhimmis. Seus principais instrumentos foram a violência e falsos acordos. A violência era usada para forçar os não-muçulmanos aceitarem aqueles acordos. E aqueles acordos foram então usados para dominá-los e subjugá-los.


Hoje, no Ocidente, os "extremistas muçulmanos" executam a violência, enquanto os "muçulmanos moderados" escrevem os acordos para nós assinarmos. Tanto os "moderados" quanto os "extremistas" são braços da Irmandade Muçulmana, e estão empenhados em implementar sua agenda. E um grupo fortalece o outro. Cada ataque terrorista leva os políticos covardes do Ocidente a buscarem "fortalecer" os muçulmanos moderados, a fim de marginalizarem os extremistas. Mas as diferenças entre os dois grupos são táticas, não morais ou religiosas. É comum os terroristas muçulmanos dividirem suas organizações em divisões políticas e armadas. Supor que a divisão política é não-violenta, porque não mata pessoas, tira de foco o problema. É absurdo tentar negociar com a divisão de propaganda do inimigo ao invés de suas forças armadas, como se elas representassem duas identidades diferentes ao invés de duas diferentes funções.


O 11 de setembro foi a melhor coisa que poderia acontecer para o poder e a influência muçulmanas nos Estados Unidos. Ele os tirou de sua obscuridade, lhes abriu a porta da frente da Casa Branca e encheu seus cofres de dinheiro. E isto foi ainda bem antes de Obama ser eleito. A idéia de que precisamos trabalhar com os muçulmanos moderados a fim de pararmos a violência se tornou uma idée fixe que levou a atos covardes de submissão. Não importa o quão amplas fossem as provas de que os assim chamados moderados estavam apoiando e financiando o terrorismo, os políticos se recusavam a escutar. Eles tinham encontrado uma solução para o problema do terrorismo e eles retornavam a ela como um cão a seu vômito.


Não importa o quanto os "pensadores razoáveis" neguem, o terrorismo muçulmano leva ao domínio político muçulmano. Não só em algum buraco do Terceiro Mundo, com três dias de abastecimento de água por semana, mas aqui mesmo no Ocidente. Depois que o sangue é limpo das ruas, a liderança política procura alguém com quem negociar. O momento ainda não é adequado para eles negociarem com bin Laden (embora 9 anos depois do 11 de setembro, eles já estejam negociando com o Talibã) mas há uma abundância de substitutos locais, organizações fundadas por membros da Irmandade Muçulmana, financiadas pela Arábia Saudita e tratadas como representantes dos muçulmanos americanos e canadenses.


A partir da perspectiva da al Qaida, seu plano está nos dando certo. O Ocidente começou a se submeter. Apesar de todas as bombas jogadas em Kandahar, o Corão é bem-vindo na Casa Branca. As bombas podem ir e vir, mas a violência é uma constante na vida tribal, os combatentes podem recuar e voltar de novo. Mas contanto que as portas estejam abertas ao Islam, o jogo ainda é favorável a eles. Desde o 11 de setembro, os Estados Unidos se curvaram para trás para acomodarem o Islam. O que significa que a al Qaida teve sucesso.


Bin Laden pode estar morto. Os membros da al Qaida estão espalhados. Mas eles conseguiram muito mais do que jamais poderiam ter sonhado com seus aviões. Desde então, apesar do pequeno número de muçulmanos, o Islam se tornou um fator de primeira ordem na política americana. Exatamente como o terrorismo de Maomé forçou os governantes locais a tentarem entrar num acordo com o Islam em uma base pacífica, do mesmo modo bin Laden conseguiu forçar os políticos americanos a tentarem fazer a mesma coisa.


A al Qaida dos Estados Unidos tentará ampliar estes sucessos com uma insurreição doméstica. Uma vez que ela exista como uma força ativa, o objetivo será tentar fazer os políticos americanos negociarem diretamente com ela. A premissa soa absurda. Tão absurda quanto a idéia de Israel negociar com a OLP nos anos 80. Exceto pelo fato de que hoje a OLP está a caminho de um Estado e no controle de uma parte considerável de Israel e a disputa é sobre se Israel negociará abertamente com o Hamas. O passo seguinte de um grupo terrorista sempre é a transição para uma força armada que tentará controlar áreas inteiras. Depois disto vem o espectro de uma solução política.


Por hora, os informantes infiltrados e a falta de treinamento são um sério obstáculo à al Qaida dos Estados Unidos. Os muçulmanos locais que estão sofrendo de uma Febre da Jihad têm tanta probabilidade de encontrarem um informante do FBI quanto a coisa pra valer. Mas a rede de informantes do Mukhbarat no Egito fazia seus colegas americanos parecerem insignificantes e no entanto a Irmandade Muçulmana continuou uma força poderosa lá. Falta de treinamento significa que teremos mais carros-bomba falhando em detonar em Times Square, mas eles só precisam ter sorte uma vez. Enquanto os terroristas conseguirem pegar julgamentos civis, eles ainda terão a oportunidade de promover o culto da jihad.


A esquerda já aceitou o Islam como a nova contra-cultura, a identidade dos oprimidos e humilhados e eles estão aprendendo a gostar de visitar favelas como se fossem muçulmanos. Lauren Booth é um exemplo destacado, mas longe de ser um caso isolado. As elites da esquerda sempre procuraram as classes inferiores como fonte de diversão, fosse pelas drogas, cooperativas agrícolas ou a revolução. Agora, a última diversão é o Islam. Ponha um hijab, deixe a barba crescer e bravateie contra a ocupação, mesmo sendo um dos ocupantes. As elites da esquerda estão sempre desejando escapar de suas gaiolas de ouro para estarem "com o povo", qualquer que seja o modo como eles fantasiem o povo. O Islam é sua próxima grande escapada da civilização e da necessidade de se civilizarem. Para jogarem fora toda a moral e os costumes e afundarem na sujeira.


A esquerda ainda tem fome de violência, mas não tem mais estômago para militar. A al Qaida da América será a sucessora dos anarquistas e dos Weathermen. E ela continuará a atrair radicais esquerdistas como Gadhan, que vêem no Islam a tocha do radicalismo furioso mudando do vermelho para o verde. Ele não derrubará os Estados Unidos, mas faz parte da transição dos ataques de longo alcance desde o Paquistão ou a Alemanha e passando a uma insurgência muçulmana local, alimentada por uma corrente de novos convertidos, criados em mesquitas sauditas. A próxima onda do terror está aqui. E ela não depende de planos traçados há milhares de quilômetros, mas na sua adorável vizinhança muçulmana ali do lado.



Fonte da foto e do artigo traduzido: http://veradextra.blogspot.com/



quarta-feira, 4 de maio de 2011

A ÚLTIMA GOTA? ASSIM ESPERO




Nesta fase do ano, já existem peruibenses que estão vendendo o que lhes parece supérfulo, se desfazendo de objetos que gostam, com o risco de mais adiante terem de vender utensílios absolutamente necessários. Sem renda e com dívidas, lhes resta passar adiante coisas como a segunda TV (já fiz isso no passado), o terno fora de uso do papai ( já fiz isso também, em um passado sofrido) e até móveis da casa. Se passam os anos, mas a miséria local continua evidente, para o desprazer de uma imprensa que tenta passar para os visitantes, a imagem de uma Peruíbe próspera, bem agradável, para todo aposentado paulistano de classe média querer comprar aqui uma bela casa praiana.


Nesta cidade muitos munícipes não se aproximam dos demais por motivações afetivas e solidárias. São movidos pela ganância, desejo de poder, desprezo pelos pobres. Onde está a compaixão? E a misericórdia? Buscam "amizades" (atenção nesta parte) que possam lhes possibilitar vantagens materiais. Gente dinheirista, que elege um político motivada por um puro e exclusivo sonho de lucrar, de receber alguma boa vantagem pessoal mais adiante.

Espero que O FIM DO PORTO BRASIL EM PERUÍBE, seja como que a "última gota" para muitos do nosso povo. Que se desiludam do modo peruibense de fazer política, e lutem pelo que consideram melhor, sem se intimidar como de costume. Que cada um faça seu futuro sem mendigar favores dos poderosos, mesmo que para isso tenha que mudar para outro recanto deste mundão de Deus.



O DIA 1 DE MAIO / 2011 EM PERUÍBE FOI TÃO CHATO, QUE ATÉ LÁ NA CORÉIA DO NORTE, A DATA FOI MAIS DIVERTIDA





Parece que o socialismo dos norte-coreanos é menos monótono que o socialismo peruibense. Somos governados pelo PSB, lembram?