sábado, 20 de setembro de 2014

CABEÇA DO ELEITOR




Por Luiz Tito 18/09/2014

Terminado o debate do qual participou há algumas semanas na Rede Bandeirantes com outros presidenciáveis, Dilma Rousseff afirmou, quando perguntada por uma repórter sobre as dificuldades geradas pela ameaça de volta da inflação nesse último ano e das consequências de um baixíssimo crescimento econômico nos anos que governou, “que uma coisa é criticar seu governo em campanhas eleitorais e debates e outra, muito diferente, é governar um país, com pressões diárias, com um histórico econômico que reflete uma constante luta para se construir resultados sociais imediatos”. De fato, os últimos governos tiveram contra eles crises econômicas internacionais, falta de poupança interna, baixa qualidade tecnológica de seu parque industrial, um sistema financeiro que não conhece outra forma de remuneração de empréstimos que não seja a aplicação de taxas escorchantes, que beiram a criminalidade.

O governo petista e mais acentuadamente o de Dilma, não há qualquer dúvida, foi omisso e complacente com os bancos, com o controle efetivo da inflação, com a desoneração tributária ou redução da carga que frontalmente inviabiliza setores geradores de emprego e renda; foi demasiadamente tolerante com o combate à corrupção, com o endurecimento de suas relações com o Senado, com a Câmara dos Deputados e com os partidos políticos.

Dilma negligenciou na questão da Petrobras – a maior empresa brasileira, cujas denúncias afloram na imprensa, na Polícia Federal e nas CPIs, expostas como vergonha nacional. Nelas estão envolvidos senadores, deputados, ministros, políticos diversos, empreiteiras e ainda a quase totalidade da direção da estatal. O Brasil vai viver, com qualquer que seja o próximo presidente, um quadro de arrocho, de inflação de preços, de desemprego. E nenhum dos nomes, Dilma, Marina e Aécio se apresentou ainda para resolver ou mesmo amenizar o quadro.

MANIPULAÇÕES

Sobram críticas e denúncias que atingem a todos os candidatos. Dilma insiste na ascensão das classes mais pobres e da afirmação da classe média, ainda que tal situação seja à custa do crédito irresponsavelmente fabricado, da manipulação das tarifas públicas e dos índices oficiais. Aécio ainda tentará sensibilizar os eleitores que o abandonaram ao afirmar que o PSDB tem projetos de reconstrução da confiabilidade internacional para aqui fazer chegarem investimentos que alavanquem o Brasil. E Marina Silva bate, respondendo a seus oponentes, que tentam vender, até agora sem muito sucesso, uma dimensão menor da candidata para empreender as mudanças das quais o país tanto precisa.

Sobre a banca estão à escolha dos eleitores um perigoso otimismo de Dilma e de sua base política de apoio, que precisam reconquistar a fé de seus seguidores. Aécio tem o discurso que usa para detonar Dilma e não dar confiabilidade ao projeto Marina. Além de cair fragorosamente como presidenciável, seu candidato ao governo de Minas, Pimenta da Veiga não convenceu. E Marina segue olímpica, sem se deixar afetar por nenhum dos candidatos e construindo-se como terceira via para a eleger-se Presidente da República. Com tanto vai-e-vem nem os candidatos nem seus marqueteiros são capazes de dizer o que o eleitor tem na cabeça.


FONTE: TRIBUNA DA INTERNET


COMENTÁRIO: não sei se a Marina vence essa eleição, mas a essa altura do campeonato, se der Dilma e Marina no segundo turno, quero mais que o eleitor ANTI-PT saiba que anular o voto será uma estupidez, pois dará chance a esse governo prosseguir. 

Se não tiver jeito, voto Marina. Fazer o quê?


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE 2014, ELEITOR, ELEITORADO, SETEMBRO DE 2014, DILMA, AÉCIO, MARINA

SE PREPARANDO PARA A POSTAGEM "VITÓRIA DAS TREVAS" - SETEMBRO DE 2014





VITÓRIA DAS TREVAS é uma postagem que eu pretendo fazer bem mais adiante. Nela eu descreverei Peruíbe num momento histórico ainda mais difícil do que o atual, naquilo que eu considerarei o "fundo do poço" para esta cidade.

Em outras palavras, a situação atual até que é confortável. O PIOR AINDA NÃO CHEGOU.


Se preparem. Tempos mais difíceis virão. E uma postagem mais pessimista também.



MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, POLÍTICA, CRISE, PROTESTOS, SUS, SAÚDE PÚBLICA, FUTURO DA CIDADE

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

MANTENHA ESSA TRADIÇÃO: EM PERUÍBE DILMA NÃO !!!



Peço ao eleitor peruibense que mantenha a tradição: em toda eleição para presidente, Lula e Dilma sempre foram derrotados em Peruíbe. 

Que continue assim nas eleições de 2014. Não me importa se teu voto será no Aécio, na Marina, em quem for, o importante é se opor a esse governo que está aí, e que já demonstra desespero na campanha eleitoral. 

Este país não suporta mais quatro anos deste desgoverno. Mantenha a tradição, EM PERUÍBE DILMA NÃO !!!


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE 2014, DERROTA ELEITORAL, PERUÍBE, DIGA NÃO A DILMA !!!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

A PREFEITURA DE PEDRO DE TOLEDO - SP ABRE INSCRIÇÕES PARA CONCURSO PÚBLICO 2014




A Prefeitura Municipal de Pedro de Toledo, estado de São Paulo, divulgou edital para realização de concurso público ofertando 41 novas vagas no quadro geral de pessoal do órgão, visando também formação de cadastro reserva em várias funções de todos os níveis de escolaridade. 

Os salários variam de acordo com o cargo e sua jornada de trabalho, entre R$ 917,62 e R$ 2.275,11. 

As inscrições no concurso deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico www.assessorarte.com.br no período de 15 de setembro a 05 de outubro de 2014. O valor da inscrição varia de acordo com o nível escolar exigido para o cargo, entre R$ 20,00 e R$ 60,00.

Cargos e vagas abertas

Nível fundamental - Pedreiro (CR). 

Nível médio - Agente de Desenvolvimento Infanto-Juvenil (13), Agente de Saneamento (CR), Analista de Compras (CR), Auxiliar de Contabilidade (CR), Auxiliar de Farmácia (CR), Eletricista (CR), Escriturário (CR), Inspetor de Alunos (CR), Monitor de Alunos (1), Motorista "D" (CR), Operador de Maquinas (CR), Telefonista (CR) e Visitador Sanitário (1). 

Nível médio/técnico - Auxiliar de Odontologia (CR), Técnico Agrícola (CR), Técnico em Topografia (1) e Técnico de Radiologia (1). 

Nível superior - Assistente Social (CR), Contador (1), Enfermeiro (CR), Engenheiro Civil (1), Farmacêutico (CR), Fisioterapeuta (CR), Médico Cardiologista (1), Médico Clínico Geral (1), Médico Pediátrico (1), Médico Plantonista (6), Médico Psiquiatra (1), Nutricionista (1), Professor (4), Professor de Artes (3), Professor de Educação Física (1), Professor de Inglês (1), Procurador Assistente (1), Procurador Jurídico (1), Psicólogo (CR) e Veterinário (CR). 

Este concurso terá aplicação de prova objetiva para todos os cargos, mais prova prática para Pedreiro, Motorista e Operador de Máquina, e prova de títulos para Professores. 

As provas objetivas ocorrerão no dia 26 de outubro de 2014, em locais e horários ainda a serem informados. O gabarito será divulgado no dia seguinte ao da aplicação da prova. 

O concurso público terá validade de dois anos, a contar da data de homologação de cada cargo, podendo ser prorrogado, a critério da Prefeitura Municipal de Pedro de Toledo, por igual período.

FONTE: ACHE CONCURSOS



MARCADORES: CIDADE DE PEDRO DE TOLEDO, PEDROTOLEDENSE, VALE DO RIBEIRA, PERUÍBE, PERUIBENSE, EMPREGO, OPORTUNIDADE, SÃO 40 MINUTOS DE ÔNIBUS CIRCULAR DA RODOVIÁRIA DE PERUÍBE ATÉ A RODOVIÁRIA DE PEDRO DE TOLEDO (OU SEJA, NÃO É LONGE, TOMA VERGONHA NA CARA E APROVEITE A OPORTUNIDADE)

domingo, 14 de setembro de 2014

PERUÍBE JÁ ERA. PERUÍBE ACABOU - SETEMBRO DE 2014







No facebook tenho acompanhado aos debates dos passageiros e tripulantes do PERUBANIC sobre a situação do mesmo. Predomina entre eles uma esperança, o conceito otimista de que uma mudança política - o fim do atual governo municipal - tirará esta cidade da atual crise, abrindo caminho para um combate eficiente aos problemas peruibenses. Francamente, não consigo pensar assim.

Um aviso aos amigos e inimigos também: Peruíbe já era. Peruíbe acabou.

Mudança política não basta para progressos reais nesta cidade. A grande crise peruibense é econômica, e isso ficará claro no próximo ano, quando os efeitos da BOLHA IMOBILIÁRIA brasileira nos atingirem severamente. 

Em outras palavras, o fim antecipado da atual administração pública municipal não seria uma solução. 

Décadas de uma "estratégia" (melhor seria dizer "falta de uma") de desenvolvimento baseada no turismo/veranismo e migração de aposentados da classe média paulista para cá chegaram ao limite, e os resultados já vemos, com um desemprego que prossegue alto, apesar dos INVESTIMENTOS EXTERNOS, e a crise dos serviços públicos (o SUS não cresceu na mesma velocidade que a população, algo que não se diz). Por aqui pouco ou quase nada se produz, e colheremos os resultados disso.

Uma mudança de PARADIGMA será necessária. A VALERIBEIRALIZAÇÃO deste município terá que ser discutida pela população como caminho para um futuro melhor, pois caso contrário, para milhares de desesperançados, o título desta postagem - "Peruíbe já era. Peruíbe acabou" - se tornará tão popular quanto arroz com ovo no almoço e jantar.


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, PREFEITURA, ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL, ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016, EMPREGO, DESEMPREGO, CRISE POLÍTICA E ECONÔMICA, MIGRAÇÃO, RICHARD MARX - HAZARD

terça-feira, 9 de setembro de 2014

AGÊNCIAS DO INSS SERÃO INAUGURADAS EM PERUÍBE E MONGAGUÁ - SETEMBRO DE 2014




Rosana Rife

Mais dois postos do INSS serão inaugurados quinta-feira em Peruíbe e Mongaguá. Eles fazem parte do plano de expansão de unidades que está em operação desde 2009.

A região já conta com seis agências (Santos, São Vicente, Cubatão, Praia Grande, Guarujá e Itanhaém). Há ainda duas no Vale do Ribeira (Registro e Miracatu). Juntas, são responsáveis por 343.757 benefícios e pagam R$ 421,8 milhões. Todas são controladas pela Gerência Executiva do INSS em Santos.

As novas agências darão, primeiro, orientações e depois passam para a fase de liberação de agenda e atendimento. O acesso a todos os serviços ocorrerá em 90 dias. Bertioga, Iguape e Cajati também terão posto do INSS, mas não há data para a entrega das unidades.

Na quinta-feira, as agências funcionarão das 8 às 14 horas. Em Peruíbe, o atendimento ocorrerá na Rua Papa Pio XII, 200, no Centro. A agência também atenderá moradores dos municípios de Pedro de Toledo e Itariri. Já em Mongaguá, a agência funcionará na Avenida São Paulo, 391, no Jardim Luciana.

Inicialmente, os postos darão informações ao público. Depois, farão serviços já agendados, como pedidos de aposentadorias, pensões, auxílios e salário-maternidade, entre outros.

Antes, porém, será preciso agendar atendimento pela internet (www.previdencia.gov.br) ou ligando para a Central 135. As perícias médicas devem começar em 90 dias.


FONTE: A TRIBUNA


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, INSS, PREVIDÊNCIA SOCIAL, INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

DESFILE DO SETE DE SETEMBRO EM PERUÍBE - ALGUMAS FOTOS - 2014
























MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, DESFILE, ESCOLAS MUNICIPAIS E ESTADUAIS, DOMINGO, FERIADO DO SETE DE SETEMBRO EM PERUÍBE, PROCLAMAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

sábado, 6 de setembro de 2014

MANIFESTAÇÕES POPULARES - UMA TENDÊNCIA HISTÓRICA EM PERUÍBE?



Hoje, neste sábado, dia 6 de setembro de 2014, tive a oportunidade de assistir ao início de um protesto pacífico contra o fechamento do antigo hospital municipal para reforma. Vi um número até que razoável de munícipes (calculei em uns 50), reunidos ao lado da câmara, se preparando para saírem em passeata até o hospital. Aproveitei para gravar esse interessante depoimento, de uma moradora da cidade:




Não pude assistir ao resto, mas os participantes - já em número maior, segundo relatos e fotos - caminharam até o hospital, 
onde deram um abraço simbólico ao redor do mesmo, e encerraram o ato com o hino nacional.

Pergunto agora se eventos como esse seriam uma tendência histórica em Peruíbe, algo que ocorrerá numa escala crescente, como resposta aos graves problemas do município. Ainda é cedo para dizer.

Digo isso porque é preciso entender a mentalidade do peruibense típico, alguém que não quer se indispor com os políticos, e que portanto evita participar de qualquer protesto contra o governo municipal. Também existem outros fatores, como a dúvida de que a manifestação possa criar algum resultado positivo e o simples - e mais do que respeitável - direito do munícipe de não participar e até ignorar o assunto.

Ah, sim, tem uma questão que precisa ser destacada: o que mais vi por ali foram pessoas da CLASSE MÉDIA local. Pois é, o grupo social tão criticado pela esquerda revolucionária foi o que predominou por lá. 


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, PROTESTOS, MANIFESTAÇÕES, POVO, POPULARES, SUS, SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, UPA, HOSPITAL, PROTESTO 6 DE SETEMBRO DE 2014

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

ESTE BLOGUEIRO TINHA RAZÃO - O QUE FAZER AGORA?



Quem acompanha este blog com certa regularidade, já sabe do meu pessimismo histórico para com Peruíbe. Eu tinha razão, a tendência era piorar. NUNCA FUI OTIMISTA. E então: o que fazer agora?

Vejamos .... acho que neste momento, é melhor tocar uma musiquinha:




Olha, não sou da turma que se importa com o que pensam de mim, ou se o vídeo acima tem ou não a ver com o período difícil pelo qual esta cidade está passando. Tudo o que sei É QUE VAI FICAR PIOR. Então, o que se deve fazer é aguardar por um futuro ainda mais difícil.

Que fique bem claro o meu ponto de vista: a grande crise peruibense não será política, mas ECONÔMICA, e essa ainda se aproxima. Os munícipes que entenderam meus constantes avisos e se refugiaram no santuário dos peruibenses livres estarão mais preparados para o que logo irá chegar. E digo mais: a classe dirigente municipal do futuro emergirá do funcionalismo público CONCURSADO (pois é) local.

Aguardem e observem. Grandes mudanças virão, e não estou me referindo ao que ocorre na câmara municipal e na prefeitura.

É a economia, estup, digo, peruibense !!!

MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, CRISE, POLÍTICA, ECONOMIA, PROBLEMAS PERUIBENSES

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

APÓS DESATIVAÇÃO DE HOSPITAL, MÉDICOS DE PERUÍBE VÃO PARA UPA - AGOSTO DE 2014



Profissionais serão transferidos para garantir atendimento na unidade. Maternidade funcionava no mesmo prédio há mais de 30 anos. 

Do G1 Santos

 
Os médicos que prestavam atendimento no Hospital Municipal e na maternidade de Peruíbe, no litoral de São Paulo, agora estarão disponíveis na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e na rede básica de Saúde do município. A medida foi acertada na noite desta terça-feira (2), após uma reunião entre a prefeita Ana Preto e os profissionais da área. 

Isso porque o prédio onde funcionava, há mais de 30 anos, o Hospital e a Maternidade da cidade, não está mais recebendo internações desde sexta-feira (29). O local foi fechado após uma inspeção da Vigilância Sanitária do Estado, dando conta de que o espaço não estaria em condições básicas de atendimento. 

Segundo a Prefeitura, o prazo para transferência dos pacientes para outras unidades é de 15 dias. Já a reforma do local pode levar até 120 dias, cerca de 4 meses. Enquanto isso, a administração informa que as grávidas que necessitarem de acompanhamento devem procurar a UPA, com remoção garantida pelo Estado.


FONTE: G1


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, SUS, SAÚDE PÚBLICA, PROBLEMAS PERUIBENSES

EFEITOS DO VENDAVAL NO ÚLTIMA DIA 31 DE AGOSTO DESTE ANO, EM PERUÍBE



Era uma vez um ponto de ônibus na Avenida Padre Leonardo Nunes, em Peruíbe, devido a queda de uma árvore, que por sua vez destruiu um muro. O vendaval foi rápido e surpreendente. Ah, sim. Meus agradecimentos aos funcionários da prefeitura, que já na segunda, dia 1 de setembro, inciaram trabalhos de reparos na área, mas do que necessários, após a atuação da Elektro e da Sabesp, que fechou vazamentos no encanamento local.


MARCADORES: PERUÍBE, PERUIBENSE, VENTOS, VENDAVAL INESPERADO

sábado, 30 de agosto de 2014

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA DE MARINGÁ - PR 2014




A Prefeitura de Maringá, estado do Paraná, lançou edital n. 42/2014 informando da abertura de concurso público para admissão de pessoal em diversos cargos de nível médio/magistério e superior na administração. São 209 vagas abertas para atuação nas Secretarias de Saúde e Educação do município com salários de até R$ 3.998,19.

O concurso público será executado pela FADCT - Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Vale do Piquiri, e tem reserva de 5% das vagas para candidatos portadores de deficiência.

Os candidatos com formação de nível médio/magistério podem tentar cargo de Auxiliar Educacional feminino (150 vagas). Já para nível superior há vagas de Médico Clínico Geral (6), Nutricionista (1), Professor 20 hs (50), Professor de Educação Física (1) e Professor Prolibras (1).

Inscrição e prova

As inscrições devem ser feitas via internet, no endereço eletrônico www.fadct.org.br, no período entre 09 horas do dia 03 de setembro e 23 horas e 59 minutos do dia 25 de setembro de 2014. A taxa de inscrição será de R$ 28,25 para o cargo de Auxiliar Educacional, R$ 36,70 para Professores, R$ 102,00 para Nutricionista e R$ 119,90 para função de Médico Clínico Geral.

O concurso público terá exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório, além de avaliação de títulos, de caráter classificatório. As provas objetivas serão aplicadas na cidade de Maringá-PR, na data provável de 26 de outubro de 2014.

Os locais e o horário de realização das provas estarão disponíveis na internet, no endereço www.fadct.org.br, a partir da data provável de 21 de outubro de 2014. Os gabaritos oficiais preliminares saem a partir das 19 horas do primeiro dia útil subsequente a realização da mesma.

O prazo de validade do concurso esgotar-se-á após um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.


FONTE: ACHE CONCURSOS





MARCADORES: NORTE DO ESTADO DO PARANÁ, CIDADE DE MARINGÁ, MARINGAENSES, PARANAENSES, SUL DO BRASIL, CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL, EMPREGO, OPORTUNIDADES, PERUÍBE, PERUIBENSE